Treinamento de Primeiros Socorros no ambiente escolar

Conteúdo

Nos últimos dois sábados, dias 11 e 18, o Time Planck participou do Treinamento Lei Lucas (13722/18), sancionada no dia 04/10/2018, a qual exige que escolas, públicas e privadas, e espaços de recreação infantil estejam preparados para atendimentos de primeiros socorros. Diante da importância dessa norma, nossos professores e colaboradores se reuniram para aprender procedimentos indicados para situações de emergência, assim como a Reanimação Cardiopulmonar (RCP).

Equipe em treinamento, dia 11 de Março de 2023.

O que é a Lei Lucas?

A Lei Lucas surgiu 3 anos após um acidente que resultou no falecimento de Lucas Begalli, uma criança de apenas 10 anos de idade, vítima de asfixia mecânica durante um passeio escolar. Infelizmente, não havia profissionais qualificados para prestar os primeiros socorros de forma rápida, resultando na fatalidade que certamente poderia ter sido evitada a partir da aplicação de treinamentos periódicos adequados.

Por essa razão, a Lei Lucas é válida em todo o território nacional e voltada para profissionais e colaboradores de espaços infantis e escolares, a fim de prevenir demais situações de risco para vida dos estudantes no ambiente escolar por meio da capacitação dos funcionários.

Treinamento aplicado

O primeiro dia de treinamento foi realizado com a Técnica em Enfermagem Ocupacional, Tenilla Rampazzo, que abordou a Lei Lucas e também ensinou a todos os participantes a Manobra de Heimlich e demonstrou diversas ações emergenciais de primeiros socorros que podem salvar vidas em momentos decisivos. Além disso, a atitude imediata e assistência de pessoas capacitadas facilitam a comunicação de sintomas e sinais no momento do atendimento profissional, seja após acionar uma ambulância ou encaminhar a vítima ao hospital.

Inspetora de estudantes aprendendo o procedimento de RCP.

No segundo dia de treinamento, Victor Hugo S. da Silva, socorrista de São Sebastião, reforçou os pontos já tratados no primeiro treinamento. Dando grande foco à manobra de compressão cardíaca, usada em casos de parada cardiorrespiratória, todos os participantes do treinamento tiveram a oportunidade de realizar o procedimento em um manequim médico, o Resusci Anne, para o exercício de reanimação.

Como preparar meus filhos para situações de emergência?

Em família também é possível instruir as crianças para que compreendam os riscos da situação e estejam preparados para agir em casos emergenciais. É papel designado ao adulto aprender como oferecer os primeiros socorros e ser um exemplo, ensinando e conversando com os filhos sobre esse tema em casa, solucionando suas dúvidas e oferecendo o apoio necessário para uma prevenção efetiva

Ensinar os telefones de emergência e apresentar a manobra de Heimlich são atos simples que podem salvar vidas. Seguem os números nacionais que todos devem conhecer:

  • Emergência de saúde (SAMU) – 192.
  • Polícia Militar – 190.
  • Bombeiros – 193.
Equipe Planck com o socorrista Victor Hugo.

Todo o treinamento foi de grande aproveitamento, com apoio da Tenilla Rampazzo e do Victor Hugo Silva, profissionais qualificados da área da saúde. Continuaremos prezando pelo bem estar de todos os nossos estudantes e equipe, progredindo com os treinamentos necessários para garantir a capacitação de todo Time Planck.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »