Anos iniciais do ensino fundamental: entenda a importância na formação da criança

Conteúdo

Estudantes meninos e meninas dos anos iniciais do ensino fundamental.

Os Anos Iniciais do Ensino Fundamental representam uma fase escolar de muitas descobertas para as crianças, que servem de base para a sua jornada educacional. 

Essa fase, que abrange as crianças dos 6 aos 10 anos de idade, é marcada por intensas transformações cognitivas e emocionais. 

À medida que crescem, se deparam com novos conhecimentos e desenvolvem diferentes habilidades, que são fundamentais tanto para seus anos escolares quanto para suas vivências pessoais.

Por isso, os Anos Iniciais do Ensino Fundamental não são importantes apenas no preparo para o meio acadêmico e profissional, mas também no desenvolvimento integral dos estudantes.

Mas, para você entender melhor como os Anos Iniciais atuam na formação das crianças, preparamos um post blog para explicar um pouco mais sobre as transformações e as fases do desenvolvimento.

Boa leitura!

Quais são os Anos Iniciais do Ensino Fundamental?

Os Anos Iniciais se dividem entre o 1º e o 5º ano:

  • 1º ano – 5 e 6 anos; 
  • 2º ano – 6 e 7 anos;
  • 3º ano – 7 e 8 anos;
  • 4º ano – 8 e 9 anos;
  • 5º ano – 9 e 10 anos.

Durante os dois anos iniciais do Ensino Fundamental, a BNCC (Base Nacional Curricular Comum) afirma que os estudantes devem ser alfabetizados e adquirir alguns conhecimentos fundamentais, que serão aprofundados nos próximos anos.

Portanto, aqui, se deparam com conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática e Ciências, assim como são incentivados a desenvolver suas habilidades de leitura e escrita.

Esses anos também são marcados pela mudança na forma de aprendizado. Na Educação Infantil, ou pré-escola, a aprendizagem ocorria de forma lúdica, para atrair e cativar os pequenos.

Mas nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, os estudantes se deparam com uma educação mais formal e estruturada, para possibilitar a construção do conhecimento.

Do 3º ano em diante, os estudantes passam pelo letramento, que é o processo que ocorre após a alfabetização, para dar continuidade aos aprendizados. 

Em outras palavras, conhecem novas áreas de conhecimento aprofundam competências específicas, além de desenvolverem outras capacidades que já haviam adquirido nos anos anteriores.

Por isso, investir na formação dos estudantes nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental pode ser decisivo para o nível de engajamento em toda sua jornada educacional. 

Mas também é fundamental para prepará-los para os desafios profissionais e pessoais, e sua capacidade capacidade de contribuir positivamente para a sociedade, como cidadãos éticos e relevantes.

Leia também: Meu filho mudou de escola, como apoiá-lo na fase de adaptação? 

Entenda a importância dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

O desenvolvimento do cérebro (encéfalo) só termina por volta dos 25 anos, mas esse processo se inicia desde o momento do nascimento. 

Entretanto, durante a infância, os neurotransmissores têm um funcionamento melhor, o que permite adquirir e consolidar conhecimentos muito mais facilmente do que os anos posteriores.

Para saber mais sobre como as mudanças do crescimento interferem no estudante, leia o artigo Puberdade e desempenho escolar: existe conflito nesta relação? 

Enfim, o percurso pedagógico nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental é importante para formação das crianças, porque possibilita a construção de conhecimentos.

Mas, claro, ela deve receber os estímulos corretos, com experiências educacionais que incentivem o desenvolvimento das inteligências múltiplas.

Por exemplo, atividades simples como manipulação de objetos de diferentes formas e cores e a distribuição de tarefas podem criar uma base sólida para o raciocínio lógico. 

Essas ações diárias reforçam habilidades que são fundamentais não apenas para a matemática, mas para todas as áreas de aprendizado.

A linguística também é uma competência importante, porque se refere à habilidade de se comunicar com eficiência, tanto dentro quanto fora da sala de aula. Isso ocorre por meio de interações divertidas, com músicas, histórias e brincadeiras.

Essas atividades fazem parte da alfabetização e do letramento nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, para estimular a consciência fonológica e o gosto pela leitura e escrita.

A motricidade (inteligência corporal-cinestésica) também desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da criança. 

Atividades que envolvem movimento e coordenação auxiliam no desenvolvimento cognitivo e físico das crianças. Por isso, elas devem realizar muitos exercícios físicos, como correr, pular e nadar.

Além disso, nos Anos Iniciais, as crianças aprendem a reconhecer e responder às emoções dos outros, assim como as suas próprias emoções. 

As habilidades socioemocionais são fundamentais na construção e na manutenção de relacionamentos intrapessoais e interpessoais saudáveis.

Leia mais sobre: O que é de fato uma proposta pedagógica com foco no socioemocional? 

Qual é o papel dos pais e dos professores durante os Anos Iniciais do Ensino Fundamental?

O colégio deve ser um ambiente que valoriza o aprendizado e que respeita e cultiva as diferentes capacidades, intelectuais, sociais, físicas e emocionais, para que possam prosperar em todas as dimensões de suas vidas.

Isso significa que o suporte e o apoio ao aprendizado não se restringem apenas ao desenvolvimento acadêmico. 

A organização do trabalho pedagógico nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental inclui preparar os pequenos estudantes para lidar com os diferentes desafios e situações que enfrentarão ao longo da vida.

Portanto, os professores devem ser capacitados para ajudar as crianças a aprofundar seu conhecimento em áreas específicas, mas também devem promover um ambiente que estimule o desenvolvimento do pensamento crítico, da autonomia, da resiliência, da cooperação e do respeito mútuo.

Além disso, é muito importante que os pais participem ativamente da formação dos seus filhos, oferecendo suporte, estímulo e orientação. O envolvimento dos pais no processo educacional pode motivar os estudantes a melhorarem seu desempenho acadêmico.

O apoio dos pais ocorre por meio do incentivo da leitura, do auxílio nas tarefas escolares, da participação dos eventos escolares, além do diálogo sobre as experiências de seus filhos no colégio.

Outro papel dos pais na educação dos filhos é escolher um colégio para que continuem sua educação nos Anos Finais, que esteja alinhado com os valores e os objetivos da família.

Essa instituição de ensino deve apresentar uma proposta pedagógica inovadora e uma estrutura acadêmica superior, que contribua para o desenvolvimento integral dos estudantes. 

Isso ocorre porque a instituição desafia os estudantes a evoluírem, ao mesmo são acolhidos para se sentirem seguros e confortáveis para continuar seu aprendizado.

Em outras palavras,  além do conhecimento técnico, deve oferecer as ferramentas necessárias para que desenvolvam suas habilidades socioemocionais, como o Colégio Planck faz.

Agende uma visita e saiba mais sobre nossa metodologia de ensino!

Clique aqui e agende uma visita.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

Estudantes concentrados na sala de aula.

Música para estudar é um bom recurso?

Você sabia que música para estudar pode atrapalhar a concentração?  Para que consigam ter um desempenho melhor, e o aprendizado se consolide, os estudantes precisam

Translate »