Empreender é o futuro? Como formar empreendedores

Conteúdo

O número de empreendedores no Brasil cresce cada vez mais. De acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de seu próprio negócio.

Incorporar o empreendedorismo na educação, seja dentro de casa quanto na escola, tornou-se importante e necessário. Já parou para pensar que a capacidade de inventar e a criatividade das crianças também fazem parte do empreender?

Incentivar o empreendedorismo por meio de jogos e brincadeiras, de maneira natural e lúdica, ajuda os pequenos a adquirir uma série de competências e habilidades socioemocionais que certamente serão muito úteis para sua independência no futuro.

Aproveite e assista ao Planck Talks sobre o empreendedorismo em nosso canal do Youtube:

A imaginação e essa capacidade de inventar das crianças podem estimular o aprendizado do empreendedorismo. 

Veja a quantidade de youtubers e gamers mirins e adolescentes na internet. Como bem disse o Prof. André Guadalupe, Cofundador e Diretor do Colégio Planck, “empreender é estar atento ao mundo e às oportunidades”.

Antigamente a palavra empreender estava muito ligada ao mundo corporativo. Entretanto, é importante esclarecer que empreender não significa somente abrir um negócio. É, também, manifestar habilidades que ajudem outras pessoas, ou seja, descobrir soluções para problemas que transformem o mundo a sua volta.  

Empreender tem a ver com criar, investir, renovar, fazer acontecer. Empreender também tem tudo a ver com ter habilidades socioemocionais, como coragem, perseverança e resiliência: características primordiais de todo bom empreendedor.

Aqui no Colégio Planck nossos professores e profissionais de educação procuram sempre encontrar um equilíbrio entre acolher emocionalmente os estudantes e responsabilizá-los por suas atitudes, adaptando sua abordagem às necessidades individuais de cada um.

Uma coisa é certa: independentemente de quais sejam as profissões do futuro, a educação financeira e o estímulo ao empreendedorismo são ferramentas fundamentais para no mundo digital e cada vez mais conectado. 

Benefícios de estimular o empreendedorismo na infância e adolescência

  • Incentivar à proatividade, à tomada de decisões e à solução de problemas: isso permite que a criança seja mais autoconfiante e autônoma;
  • Senso de comprometimento: crianças e adolescentes aprendem que os resultados são atingidos quando há comprometimento;
  • Ensinar sobre planejamento, organização e disciplina são essenciais para o sucesso;
  • Ampliar a visão de mundo, a criatividade e a imaginação;
  • Desenvolver a resiliência: errar faz parte da caminhada. O importante é saber lidar com o erro e continuarmos o processo.

Saiba mais sobre a importância do desenvolvimento das habilidades socioemocionais:

O empreendedorismo: da sala de aula para o mundo

Ensinar empreendedorismo é fundamental para o Colégio Planck, que mantém em seu quadro a eletiva de Startup & Empreendedorismo.

Com objetivo de complementar o aprendizado teórico, a disciplina Startup & Empreendedorismo oportuniza aos estudantes uma experiência de diálogo com profissionais já inseridos no mercado de trabalho e com empresas e startups que possam proporcionar apoio, mentoria e conselhos aos estudantes.

 As aulas ministradas pelo Professor e Cofundador do Colégio, André Guadalupe, abordam de maneira profissional o processo de criação e administração da empresa, a qual é apresentada no final do ano durante o evento Summit de Startup & Empreendedorismo Batch. 

São dois grupos inseridos na disciplina

  • Planck Beginners: com estudantes ainda no processo de planejamento de negócios; 
  • Planck Growth: com estudantes que já criaram suas empresas nos anos anteriores.

Por meio desse projeto alimentamos o interesse e a curiosidade dos participantes pela área de empreendedorismo e, assim, impulsionamos suas carreiras profissionais.

O Colégio Planck

Nosso maior objetivo é preparar os estudantes não só academicamente, mas também em todos os seus aspectos sociais, emocionais e cognitivos que ajudem a levá-los ao sucesso em todas as áreas de suas vidas.

O Colégio Planck adota a aprendizagem baseada em projetos e colaborativa, que permite estudos completos e dinâmicos para desenvolver as competências e habilidades que serão imprescindíveis para o sucesso nos projetos dos estudantes no futuro.

Nossos estudantes recebem diversos recursos para trabalhar em suas fragilidades e descobrir como alçar voos mais altos a partir do desenvolvimento de suas habilidades cognitivas e socioemocionais.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »