A Educação como instrumento transformador da sociedade

Conteúdo

A Educação é uma das forças mais poderosas e transformadoras que moldam a sociedade. Ela desempenha um papel fundamental na formação de indivíduos, na construção de valores, na promoção da igualdade e no desenvolvimento de uma sociedade mais justa e progressista. Neste texto, exploraremos como a Educação atua como um instrumento de transformação social, abordando seus múltiplos aspectos e impactos.

A Educação é uma das forças mais poderosas e transformadoras que moldam a sociedade. 

Ela desempenha um papel fundamental na formação de indivíduos, na construção de valores, na promoção da igualdade e no desenvolvimento de uma sociedade mais justa e progressista.

Neste texto, exploraremos como a Educação atua como um instrumento de transformação social, abordando seus múltiplos aspectos e impactos.

A Educação como instrumento de transformação da sociedade: qual a finalidade da educação?

A Educação é uma jornada que começa na infância e continua ao longo de toda a vida. Ela não se limita apenas à transmissão de conhecimento acadêmico, mas engloba também a formação de valores, habilidades sociais e emocionais. 

Por meio da Educação, as crianças aprendem não apenas a ler e escrever, mas também a compreender o mundo ao seu redor, a pensar criticamente e a tomar decisões informadas.

A Educação foi usada, ao longo da história do mundo, como ferramenta para atender os objetivos, interesses e demandas de uma determinada época e sociedade e não apenas para a transmissão de conhecimento genuíno. Em vista disso, é possível perceber que ela se transforma e se adapta à medida que as mudanças sociais, comportamentais, econômicas e políticas acontecem.

Ainda assim, um dos principais aspectos da Educação como instrumento transformador da sociedade é a promoção da igualdade de oportunidades. Ela abre portas para que talentos sejam descobertos e desenvolvidos. Uma sociedade que valoriza a Educação como um direito fundamental está mais propensa a ser inclusiva e igualitária.

Além disso, a Educação desempenha um papel vital na construção da cidadania. Ela ensina os princípios da democracia, os direitos e deveres dos cidadãos e a importância da participação ativa na vida pública. 

Uma sociedade educada está mais apta a tomar decisões informadas, a eleger líderes responsáveis e a participar de debates construtivos sobre questões sociais, políticas e econômicas.

Teorias sobre a Educação como instrumento transformador da sociedade

Existem diversas teorias e modos de se definir o sentido da Educação, segundo o sociólogo francês Émile Durkheim, considerado o fundador da sociologia, a principal finalidade é perpetuar a cultura e dar continuidade às crenças e valores, bem como realizar a manutenção da coletividade.

Já para Paulo Freire, filósofo, educador e escritor, conhecido como o patrono da Educação brasileira, o objetivo maior é conscientizar o estudante, construir a história, a cidadania e os direitos humanos. Freire acreditava que, para ensinar, era preciso partir da experiência da criança ou do jovem e do que ele, de fato, conhecia.

Uma teoria citada no artigo norte-americano Decade Thirty, diz que o sentido da educação é provocar mudanças comportamentais e de atitude. Outras formas de pensamentos relacionadas à Educação também foram apontadas, considerando que suas principais funções, que são:

  • Socialização;
  • Integração social;
  • Inovação social e cultural;
  • Aprendizado de normas, valores, competências e tudo aquilo que a sociedade precisa para funcionar;
  • Desenvolvimento do intelecto.

É interessante destacar, que segundo a Decade Thirty, práticas educacionais que expõem as culturas globais e as diversas realidades existentes ao redor do mundo, ajudam de forma pertinente os estudantes a se libertarem de mentalidades conformistas.

A Infinity Learn – Educational Institutions diz que uma boa educação deve ser capaz de mudar a realidade de um estudante, resolver os problemas sociais locais e melhorar a economia de uma região e/ou país.

Ainda segundo esse artigo, um indivíduo com uma educação diferenciada, tem mais chances de não só transformar a sua realidade, mas também de mudar o futuro de outras pessoas. Sendo assim, de acordo com esse relatório, essa é a Educação que atua como instrumento transformador da sociedade.

A educação nos países desenvolvidos

Quando se fala de Educação, países como Coreia do Sul, Japão, Noruega, Irlanda, Suécia e Suíça são verdadeiros astros, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O mais interessante é que mesmo com culturas muito diferentes, eles têm algo em comum: como valorizam a Educação. Lá, investir nesse setor é um pilar fundamental para o crescimento interno e global. Por quê? Porque desenvolve pessoas que ajudam  a transformar a economia.

Esses países também são bastante rigorosos quando se trata de ensino. Eles cobram disciplina, alto desempenho e dedicação nos estudos.

Na Coreia do Norte, por exemplo, 97% dos estudantes terminam o ensino médio. Em 1996, eles lançaram um plano chamado “Educação Inteligente”, que é um upgrade para o sistema educacional usando tecnologia.

É assim que eles seguem, com a educação evoluindo junto com a tecnologia. Os estudantes estão sempre ligados nessa conexão, preparados para encarar o século 21 de frente.

 Leia também:

Desenvolvimento cognitivo na adolescência

Estilos de aprendizagem

Pilares de uma Educação que transforma

Antigamente, bastava ter conhecimento técnico em português, matemática e outras disciplinas para formar bons cidadãos. No entanto, no século 21, a Educação precisa ser muito mais do que isso – ela deve ser um instrumento de transformação social profunda.

Nesse cenário, é crucial desenvolver habilidades que vão além do intelecto. Empatia, solidariedade, ética, inteligência emocional, resiliência e habilidades de trabalho em equipe devem ser tão valorizadas quanto o conhecimento técnico. 

É essa combinação que não apenas constrói uma carreira de sucesso, mas também molda indivíduos de alto desempenho.

Para preparar os jovens de hoje para serem verdadeiros agentes de mudança em suas vidas e no mundo, precisamos nos concentrar em pilares que vão além do conhecimento técnico. 

De acordo com a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), isso inclui não apenas a parte técnica, mas também aspectos cognitivos e habilidades de relacionamento humano. É a integração desses elementos que verdadeiramente capacita os indivíduos a enfrentarem os desafios do mundo moderno.

Conheça os pilares de uma Educação transformadora no Colégio Planck:

Saber

O pilar saber, se refere à forma como o estudante compreende e domina os instrumentos do conhecimento, é a habilidade de aprender a pensar e a formular interpretações mais inteligentes e originais.

A finalidade é promover a autonomia do estudante, permitindo que ele assuma uma postura mais atenta e crítica ao longo de toda a sua jornada de aprendizado.

Fazer

O aprender a fazer vai além de executar tarefas relacionadas ao conteúdo técnico, como por exemplo, problemas de matemática.

É de extrema importância que o estudante saiba resolver essas questões, no entanto, o fazer também abrange situações referentes ao mercado profissional, bem como o desenvolvimento da capacidade do jovem em resolver problemas e encontrar soluções criativas.

Ser

O pilar Ser, diz respeito à personalidade e identidade do estudante, bem como suas habilidades e paixões. 

Estimular o desenvolvimento das potencialidades de cada adolescente, é primordial para formar pessoas que irão fazer a diferença.

A educação como instrumento transformador da sociedade, precisa proporcionar ferramentas que incentivem os estudantes a descobrir e aperfeiçoar suas capacidades, possibilitando que cada jovem seja protagonista da sua própria história.

A Educação como instrumento transformador da sociedade e o Colégio Planck

O Colégio Planck acredita que a Educação é a única forma de transformar a vida de crianças e jovens, bem como da sociedade. Por isso, o Planck oferece um ensino de alto desempenho e as melhores ferramentas para desenvolver as habilidades socioemocionais e cognitivas de cada estudante.

O Colégio dispõe de uma metodologia focada em projetos, na qual o estudante conta com ferramentas pedagógicas diferenciadas como o Clube de Debates, a Academia Sherlock e o Laboratório de Soluções Design Maker. 

Nossos processos educacionais possibilitam que cada estudante esteja preparado para o que ele escolher para o futuro e se torne um cidadão diferenciado, ético, competente, autônomo, relevante e global e se torne protagonista da sua própria jornada.

Clique e agende uma visita. Matrículas Planck 2024.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »