O estudante do 9º ano é preparado para um passo de mais maturidade

Conteúdo

O 9º ano é uma época de mudanças para os estudantes, quando estão a um passo de ultrapassar a fronteira que vai direcioná-los ao Ensino Médio, no qual a dinâmica de estudos e objetivos são bastante diferentes do Ensino Fundamental Anos Finais. No Colégio Planck, entenda como os estudantes são preparados para essa nova fase que exige mais autonomia e maturidade. Estudantes entram em um novo estágio pessoal e acadêmico No Brasil, o Ensino Fundamental Anos Finais compreende do 6º ao 9º ano, com estudantes que, em geral, têm de 11 anos a 14 anos. A passagem do Ensino Fundamental Anos Iniciais para os Anos Finais exige novos desafios, mas no 9º ano o estudante também será preparado para um nível a mais de autonomia e responsabilidade em sua vida acadêmica para seguir para o Ensino Médio. Além de começar a pensar na nova dinâmica de estudo do Ensino Médio, as disciplinas e até nos novos amigos, no caso de uma mudança de instituição, existem outros processos que começam a surgir no horizonte para um estudante do 9º ano. Por isso, é muito importante que as instituições escolares preparem esses estudantes para essa transição, desenvolvendo algumas estratégias que vão ajudá-los a esclarecer dúvidas sobre o novo processo acadêmico que irão vivenciar no Ensino Médio, apresentar a eles as mudanças que irão ocorrer no currículo, bem como prepará-los para uma nova dinâmica de estudo, que vai exigir muito mais autonomia e organização. Nesse momento, os estudantes devem ser estimulados a ter mais independência em suas decisões e ter mais oportunidades de cultivar os seus sonhos. Como é o 9º ano no Colégio Planck No Colégio Planck, que é uma instituição que estimula o alto desempenho, ocorre também uma acolhida individualizada e um olhar especial para a performance desse estudante, no sentido de estimulá-lo a atingir suas novas metas, porque essa é a hora de começar a pensar em uma carreira e planejar objetivos e sonhos. Nesse momento, os estudantes passam a entender ainda mais a importância de ser protagonista e ter habilidades socioemocionais que os destacarão no futuro, como a criatividade, colaboração, empatia e inteligência emocional, que são essenciais para o mercado de trabalho. Além disso, há também um estímulo à cultura da amizade e dos laços, por meio da convivência, que permite uma maior consciência sobre as diferenças dos outros estudantes e do que eles podem somar ao próprio processo pessoal. Para estimulá-los ao desenvolvimento dessas habilidades neste período, os estudantes contam com projetos especiais como a Academia Sherlock, que é uma metodologia ativa que trabalha o estudo de casos; e o Laboratório de Soluções, que os ensina a desenvolver soluções para demandas da sociedade em parceria com os professores. O Clube de Debates é mais um projeto especial para fortalecer as habilidades do estudante do 9º ano, para que eles possam trabalhar a oratória e retórica. Além disso, há todo um acompanhamento de forma individualizada das expectativas, potencialidades e fragilidades desses estudantes por meio da Orientação Educacional, que incentiva um crescimento deles como um todo, tanto no aspecto emocional como no acadêmico. As fronteiras se ampliam no 9º ano Nesta fase, os estudantes começam a perceber que as decisões e escolhas para a sua vida são muito mais suas do que da família, é uma fase de começar a sair do casulo. É claro que a parceria com seus pais e responsáveis é fundamental, mas são eles que vão começar a refletir sobre as próprias carreiras no futuro. Essa nova fase de reflexão vai colocá-lo diante de algumas decisões sobre onde estudar, morar fora da casa dos pais no período da universidade ou até mudar de país no período da graduação universitária. No Planck, no 9º ano, os estudantes são apresentados ao PGG (Planck Global Guidance), que é um programa exclusivo de consultoria do Colégio que vai prepará-los durante os 3 anos do Ensino Médio para processos seletivos em universidades do mundo inteiro. Conhecer esse programa no 9º ano já começa a despertar no estudante a possibilidade de realizar esse sonho de estudar fora do país. O programa vai preparar os estudantes para exames de proficiência, aplicações em universidades, agendamento de visitas e outras atividades que vão permitir ao estudante conhecer o perfil de cada instituição, para promover uma escolha consciente e bem embasada. Todo esse processo incentiva a autonomia e autoconhecimento dos estudantes, com apoio também de uma college counselor, que vai orientá-los nesta busca. Preparo do estudante no Núcleo Planck Internacional Visando já oportunizar experiências mais globais aos estudantes, o Núcleo Planck Internacional proporciona aos estudantes um melhor preparo em idiomas já no Ensino Fundamental Anos Finais, com aulas semanais dentro da grade curricular e aulas de espanhol, francês e alemão no contraturno das aulas. Já no Ensino Médio, para as aulas de inglês do PEC (Planck English Course), os estudantes aprendem também a cultura e desenvolvem habilidade de compreensão escrita no idioma e de discussões mais aprofundadas de obras literárias. Esse preparo no idioma também é um passo a mais para quem quer participar do PGG. Conclusão O Colégio Planck oferece um projeto integral de desenvolvimento emocional e alta performance acadêmica que permite que os estudantes do 9º ano aprofundem áreas de seu conhecimento e também potencializem outros tipos de conhecimentos que já fazem parte de sua bagagem pessoal. Os estudantes do 9º ano serão levados à autogestão, compartilhamento e responsabilidade, além de estabelecer uma parceria íntima com seus educadores e demais membros da equipe pedagógica do time Planck.

O 9º ano do Ensino Fundamental Anos Finais é uma época de mudanças para os estudantes, quando estão a um passo de ultrapassar a fronteira que vai direcioná-los ao Ensino Médio, no qual a dinâmica de estudos e objetivos são bastante diferentes do Ensino Fundamental Anos Finais.

No Colégio Planck, entenda como os estudantes são preparados para essa nova fase que exige mais autonomia e maturidade.

Estudantes entram em um novo estágio pessoal e acadêmico

No Brasil, o Ensino Fundamental Anos Finais compreende do 6º ao 9º ano, com estudantes que, em geral, têm de 11 anos a 14 anos.

A passagem do Ensino Fundamental Anos Iniciais para os Anos Finais exige novos desafios, mas no 9º ano o estudante também será preparado para um nível a mais de autonomia e responsabilidade em sua vida acadêmica para seguir para o Ensino Médio.

Além de começar a pensar na nova dinâmica de estudo do Ensino Médio, as  disciplinas e até nos novos amigos, no caso de uma mudança de instituição, existem outros processos que começam a surgir no horizonte para um estudante do 9º ano. 

O 9º ano é uma época de mudanças para os estudantes, quando estão a um passo de ultrapassar a fronteira que vai direcioná-los ao Ensino Médio, no qual a dinâmica de estudos e objetivos são bastante diferentes do Ensino Fundamental Anos Finais. No Colégio Planck, entenda como os estudantes são preparados para essa nova fase que exige mais autonomia e maturidade. Estudantes entram em um novo estágio pessoal e acadêmico No Brasil, o Ensino Fundamental Anos Finais compreende do 6º ao 9º ano, com estudantes que, em geral, têm de 11 anos a 14 anos. A passagem do Ensino Fundamental Anos Iniciais para os Anos Finais exige novos desafios, mas no 9º ano o estudante também será preparado para um nível a mais de autonomia e responsabilidade em sua vida acadêmica para seguir para o Ensino Médio. Além de começar a pensar na nova dinâmica de estudo do Ensino Médio, as disciplinas e até nos novos amigos, no caso de uma mudança de instituição, existem outros processos que começam a surgir no horizonte para um estudante do 9º ano. Por isso, é muito importante que as instituições escolares preparem esses estudantes para essa transição, desenvolvendo algumas estratégias que vão ajudá-los a esclarecer dúvidas sobre o novo processo acadêmico que irão vivenciar no Ensino Médio, apresentar a eles as mudanças que irão ocorrer no currículo, bem como prepará-los para uma nova dinâmica de estudo, que vai exigir muito mais autonomia e organização. Nesse momento, os estudantes devem ser estimulados a ter mais independência em suas decisões e ter mais oportunidades de cultivar os seus sonhos. Como é o 9º ano no Colégio Planck No Colégio Planck, que é uma instituição que estimula o alto desempenho, ocorre também uma acolhida individualizada e um olhar especial para a performance desse estudante, no sentido de estimulá-lo a atingir suas novas metas, porque essa é a hora de começar a pensar em uma carreira e planejar objetivos e sonhos. Nesse momento, os estudantes passam a entender ainda mais a importância de ser protagonista e ter habilidades socioemocionais que os destacarão no futuro, como a criatividade, colaboração, empatia e inteligência emocional, que são essenciais para o mercado de trabalho. Além disso, há também um estímulo à cultura da amizade e dos laços, por meio da convivência, que permite uma maior consciência sobre as diferenças dos outros estudantes e do que eles podem somar ao próprio processo pessoal. Para estimulá-los ao desenvolvimento dessas habilidades neste período, os estudantes contam com projetos especiais como a Academia Sherlock, que é uma metodologia ativa que trabalha o estudo de casos; e o Laboratório de Soluções, que os ensina a desenvolver soluções para demandas da sociedade em parceria com os professores. O Clube de Debates é mais um projeto especial para fortalecer as habilidades do estudante do 9º ano, para que eles possam trabalhar a oratória e retórica. Além disso, há todo um acompanhamento de forma individualizada das expectativas, potencialidades e fragilidades desses estudantes por meio da Orientação Educacional, que incentiva um crescimento deles como um todo, tanto no aspecto emocional como no acadêmico. As fronteiras se ampliam no 9º ano Nesta fase, os estudantes começam a perceber que as decisões e escolhas para a sua vida são muito mais suas do que da família, é uma fase de começar a sair do casulo. É claro que a parceria com seus pais e responsáveis é fundamental, mas são eles que vão começar a refletir sobre as próprias carreiras no futuro. Essa nova fase de reflexão vai colocá-lo diante de algumas decisões sobre onde estudar, morar fora da casa dos pais no período da universidade ou até mudar de país no período da graduação universitária. No Planck, no 9º ano, os estudantes são apresentados ao PGG (Planck Global Guidance), que é um programa exclusivo de consultoria do Colégio que vai prepará-los durante os 3 anos do Ensino Médio para processos seletivos em universidades do mundo inteiro. Conhecer esse programa no 9º ano já começa a despertar no estudante a possibilidade de realizar esse sonho de estudar fora do país. O programa vai preparar os estudantes para exames de proficiência, aplicações em universidades, agendamento de visitas e outras atividades que vão permitir ao estudante conhecer o perfil de cada instituição, para promover uma escolha consciente e bem embasada. Todo esse processo incentiva a autonomia e autoconhecimento dos estudantes, com apoio também de uma college counselor, que vai orientá-los nesta busca. Preparo do estudante no Núcleo Planck Internacional Visando já oportunizar experiências mais globais aos estudantes, o Núcleo Planck Internacional proporciona aos estudantes um melhor preparo em idiomas já no Ensino Fundamental Anos Finais, com aulas semanais dentro da grade curricular e aulas de espanhol, francês e alemão no contraturno das aulas. Já no Ensino Médio, para as aulas de inglês do PEC (Planck English Course), os estudantes aprendem também a cultura e desenvolvem habilidade de compreensão escrita no idioma e de discussões mais aprofundadas de obras literárias. Esse preparo no idioma também é um passo a mais para quem quer participar do PGG. Conclusão O Colégio Planck oferece um projeto integral de desenvolvimento emocional e alta performance acadêmica que permite que os estudantes do 9º ano aprofundem áreas de seu conhecimento e também potencializem outros tipos de conhecimentos que já fazem parte de sua bagagem pessoal. Os estudantes do 9º ano serão levados à autogestão, compartilhamento e responsabilidade, além de estabelecer uma parceria íntima com seus educadores e demais membros da equipe pedagógica do time Planck.

Por isso, é muito importante que as instituições escolares preparem esses estudantes para essa transição, desenvolvendo algumas estratégias que vão ajudá-los a esclarecer dúvidas sobre o novo processo acadêmico que irão vivenciar no Ensino Médio, apresentar a eles as mudanças que irão ocorrer no currículo, bem como prepará-los para uma nova dinâmica de estudo, que vai exigir muito mais autonomia e organização.

Nesse momento, os estudantes devem ser estimulados a ter mais independência em suas decisões e ter mais oportunidades de cultivar os seus sonhos.

Leia também:

➡️ Neurociência: como funciona o cérebro de um adolescente?

Como é o 9º ano do Ensino Fundamental Anos Finais no Planck?

No Colégio Planck, que é uma instituição que estimula o alto desempenho, ocorre também uma acolhida individualizada e um olhar especial para a performance desse estudante, no sentido de estimulá-lo a atingir suas novas metas, porque essa é a hora de começar a pensar em uma carreira e planejar objetivos e sonhos.

Nesse momento, os estudantes passam a entender ainda mais a importância de ser protagonista e ter habilidades socioemocionais que os destacarão no futuro, como a criatividade, colaboração, empatia e inteligência emocional, que são essenciais para o mercado de trabalho.

Além disso, há também um estímulo à cultura da amizade e dos laços, por meio da convivência, que permite uma maior consciência sobre as diferenças dos outros estudantes e do que eles podem somar ao próprio processo pessoal.

Para estimulá-los ao desenvolvimento dessas habilidades neste período, os estudantes contam com projetos especiais como a Academia Sherlock, que é uma metodologia ativa que trabalha o estudo de casos; e o Laboratório de Soluções, que os ensina a desenvolver soluções para demandas da sociedade em parceria com os professores.

O Clube de Debates é mais um projeto especial para fortalecer as habilidades do estudante do 9º ano, para que eles possam trabalhar a oratória e retórica. 

Além disso, há todo um acompanhamento de forma individualizada das expectativas, potencialidades e fragilidades desses estudantes  por meio da Orientação Educacional, que incentiva um crescimento deles como um todo, tanto no aspecto emocional como no acadêmico.

O 9º ano é uma época de mudanças para os estudantes, quando estão a um passo de ultrapassar a fronteira que vai direcioná-los ao Ensino Médio, no qual a dinâmica de estudos e objetivos são bastante diferentes do Ensino Fundamental Anos Finais. No Colégio Planck, entenda como os estudantes são preparados para essa nova fase que exige mais autonomia e maturidade. Estudantes entram em um novo estágio pessoal e acadêmico No Brasil, o Ensino Fundamental Anos Finais compreende do 6º ao 9º ano, com estudantes que, em geral, têm de 11 anos a 14 anos. A passagem do Ensino Fundamental Anos Iniciais para os Anos Finais exige novos desafios, mas no 9º ano o estudante também será preparado para um nível a mais de autonomia e responsabilidade em sua vida acadêmica para seguir para o Ensino Médio. Além de começar a pensar na nova dinâmica de estudo do Ensino Médio, as disciplinas e até nos novos amigos, no caso de uma mudança de instituição, existem outros processos que começam a surgir no horizonte para um estudante do 9º ano. Por isso, é muito importante que as instituições escolares preparem esses estudantes para essa transição, desenvolvendo algumas estratégias que vão ajudá-los a esclarecer dúvidas sobre o novo processo acadêmico que irão vivenciar no Ensino Médio, apresentar a eles as mudanças que irão ocorrer no currículo, bem como prepará-los para uma nova dinâmica de estudo, que vai exigir muito mais autonomia e organização. Nesse momento, os estudantes devem ser estimulados a ter mais independência em suas decisões e ter mais oportunidades de cultivar os seus sonhos. Como é o 9º ano no Colégio Planck No Colégio Planck, que é uma instituição que estimula o alto desempenho, ocorre também uma acolhida individualizada e um olhar especial para a performance desse estudante, no sentido de estimulá-lo a atingir suas novas metas, porque essa é a hora de começar a pensar em uma carreira e planejar objetivos e sonhos. Nesse momento, os estudantes passam a entender ainda mais a importância de ser protagonista e ter habilidades socioemocionais que os destacarão no futuro, como a criatividade, colaboração, empatia e inteligência emocional, que são essenciais para o mercado de trabalho. Além disso, há também um estímulo à cultura da amizade e dos laços, por meio da convivência, que permite uma maior consciência sobre as diferenças dos outros estudantes e do que eles podem somar ao próprio processo pessoal. Para estimulá-los ao desenvolvimento dessas habilidades neste período, os estudantes contam com projetos especiais como a Academia Sherlock, que é uma metodologia ativa que trabalha o estudo de casos; e o Laboratório de Soluções, que os ensina a desenvolver soluções para demandas da sociedade em parceria com os professores. O Clube de Debates é mais um projeto especial para fortalecer as habilidades do estudante do 9º ano, para que eles possam trabalhar a oratória e retórica. Além disso, há todo um acompanhamento de forma individualizada das expectativas, potencialidades e fragilidades desses estudantes por meio da Orientação Educacional, que incentiva um crescimento deles como um todo, tanto no aspecto emocional como no acadêmico. As fronteiras se ampliam no 9º ano Nesta fase, os estudantes começam a perceber que as decisões e escolhas para a sua vida são muito mais suas do que da família, é uma fase de começar a sair do casulo. É claro que a parceria com seus pais e responsáveis é fundamental, mas são eles que vão começar a refletir sobre as próprias carreiras no futuro. Essa nova fase de reflexão vai colocá-lo diante de algumas decisões sobre onde estudar, morar fora da casa dos pais no período da universidade ou até mudar de país no período da graduação universitária. No Planck, no 9º ano, os estudantes são apresentados ao PGG (Planck Global Guidance), que é um programa exclusivo de consultoria do Colégio que vai prepará-los durante os 3 anos do Ensino Médio para processos seletivos em universidades do mundo inteiro. Conhecer esse programa no 9º ano já começa a despertar no estudante a possibilidade de realizar esse sonho de estudar fora do país. O programa vai preparar os estudantes para exames de proficiência, aplicações em universidades, agendamento de visitas e outras atividades que vão permitir ao estudante conhecer o perfil de cada instituição, para promover uma escolha consciente e bem embasada. Todo esse processo incentiva a autonomia e autoconhecimento dos estudantes, com apoio também de uma college counselor, que vai orientá-los nesta busca. Preparo do estudante no Núcleo Planck Internacional Visando já oportunizar experiências mais globais aos estudantes, o Núcleo Planck Internacional proporciona aos estudantes um melhor preparo em idiomas já no Ensino Fundamental Anos Finais, com aulas semanais dentro da grade curricular e aulas de espanhol, francês e alemão no contraturno das aulas. Já no Ensino Médio, para as aulas de inglês do PEC (Planck English Course), os estudantes aprendem também a cultura e desenvolvem habilidade de compreensão escrita no idioma e de discussões mais aprofundadas de obras literárias. Esse preparo no idioma também é um passo a mais para quem quer participar do PGG. Conclusão O Colégio Planck oferece um projeto integral de desenvolvimento emocional e alta performance acadêmica que permite que os estudantes do 9º ano aprofundem áreas de seu conhecimento e também potencializem outros tipos de conhecimentos que já fazem parte de sua bagagem pessoal. Os estudantes do 9º ano serão levados à autogestão, compartilhamento e responsabilidade, além de estabelecer uma parceria íntima com seus educadores e demais membros da equipe pedagógica do time Planck.

As fronteiras se ampliam no 9º ano

Nesta fase, os estudantes começam a perceber que as decisões e escolhas para a sua vida são muito mais suas do que da família, é uma fase de começar a sair do casulo. É claro que a parceria com seus pais e responsáveis é fundamental, mas são eles que vão começar a refletir sobre as  próprias carreiras no futuro.

Essa nova fase de reflexão vai colocá-lo diante de algumas decisões sobre onde estudar,  morar fora da casa dos pais no período da universidade ou até mudar de país no período da graduação universitária.

No Planck, no 9º ano, os estudantes são apresentados ao PGG (Planck Global Guidance), que é um programa exclusivo de consultoria do Colégio que vai prepará-los durante os 3 anos do Ensino Médio para processos seletivos em universidades do mundo inteiro.

O Estudante Do 9º Ano É Preparado Para Um Passo De Mais Maturidade (1)-min

Conhecer esse programa no 9º ano do Ensino Fundamental Anos Finais já começa a despertar no estudante a possibilidade de realizar esse sonho de estudar fora do país.

O programa vai preparar os estudantes para exames de proficiência, aplicações em universidades, agendamento de visitas e outras atividades que vão permitir ao estudante conhecer o perfil de cada instituição, para promover uma escolha consciente e bem embasada.

Todo esse processo incentiva a autonomia e autoconhecimento dos estudantes, com apoio também de uma college counselor, que vai orientá-los nesta busca.

ebook Planck Global Guidance site

Preparo do estudante no Núcleo Planck Internacional

Visando já oportunizar experiências mais globais aos estudantes, o Núcleo Planck Internacional proporciona aos estudantes um melhor preparo em idiomas já no Ensino Fundamental Anos Finais, com aulas semanais dentro da grade curricular e aulas de espanhol, francês e alemão no contraturno das aulas.

Já no Ensino Médio, para as aulas de inglês do PEC (Planck English Course), os estudantes aprendem também a cultura e desenvolvem habilidade de compreensão escrita no idioma e de discussões mais aprofundadas de obras literárias.

Esse preparo no idioma também é um passo a mais para quem quer participar do PGG. 

Conclusão

O Colégio Planck oferece um projeto integral de desenvolvimento emocional e alta performance acadêmica que permite que os estudantes do 9º ano aprofundem áreas de seu conhecimento e também potencializem outros tipos de conhecimentos que já fazem parte de sua bagagem pessoal. 

Os estudantes do 9º ano serão levados à autogestão, compartilhamento e responsabilidade, além de estabelecer uma parceria íntima com seus educadores e demais membros da equipe pedagógica do time Planck. 

Leia mais:

➡️ Aprendizagem baseada em projetos para formar estudantes protagonistas

➡️ As etapas do Ensino Fundamental

Compartilhe:

Leia também:

Translate »