Como despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos?

Conteúdo

27Despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos pode ser um desafio para muitos pais e educadores porque, nesta fase, elas ainda estão aprendendo a desenvolver habilidades socioemocionais como organização, foco e responsabilidade. Neste texto, conheça 7 dicas muito importantes que podem ajudar nesta tarefa. Por que é tão importante despertar o amor pelo aprendizado? Pais e educadores podem começar a desenvolver o interesse das crianças ao explicar a importância que o estudo tem para o futuro das pessoas. É por meio do “aprender” que as pessoas conseguem crescer e evoluir não só do ponto de vista acadêmico, mas também pessoal e profissional. Uma forma de esclarecer um pouco mais sobre isso para os estudantes dessa faixa etária é explicar que sem o aprendizado, as possibilidades de progresso das pessoas ficam mais restritas, e os sonhos delas podem não ser realizados. Por isso, desenvolver um verdadeiro amor pelo aprendizado desde cedo será benéfico para que eles comecem a entender as suas possibilidades de realização. Para ajudar neste esclarecimento, é possível apresentar exemplos de pessoas que foram muito bem-sucedidas em suas áreas e que eles admiram. Mas outro ponto importante a ser lembrado é que cada estudante tem um jeito diferente de aprender e descobrir essas características pode ser muito útil na hora de definir as estratégias.

Despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos pode ser um desafio para muitos pais e educadores porque, nesta fase, elas ainda estão aprendendo a desenvolver habilidades socioemocionais como organização, foco e responsabilidade. 

Neste texto, conheça 7 dicas muito importantes que podem ajudar nesta tarefa.

Por que despertar o interesse pelo estudo nas crianças?

Pais e educadores podem começar a desenvolver o interesse das crianças ao explicar a importância que o estudo tem para o futuro das pessoas. É por meio do “aprender” que as pessoas conseguem crescer e evoluir não só do ponto de vista acadêmico, mas também pessoal e profissional.

Uma forma de esclarecer um pouco mais sobre isso para os estudantes dessa faixa etária é explicar que sem o aprendizado, as possibilidades de progresso das pessoas ficam mais restritas, e os sonhos delas podem não ser realizados.

Por isso, desenvolver um verdadeiro amor pelo aprendizado desde cedo será benéfico para que eles comecem a entender as suas possibilidades de realização.  Para ajudar neste esclarecimento, é possível apresentar exemplos de pessoas que foram muito bem-sucedidas em suas áreas e que eles admiram. 

Mas  outro ponto importante a ser lembrado é que cada estudante tem um jeito diferente de aprender e descobrir essas características pode ser muito útil na hora de definir as estratégias.

Veja algumas dicas sobre como despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos:

1 – Faça o estudo parecer divertido

Uma das melhores maneiras de despertar o interesse pelo estudo de uma criança é torná-lo divertido. Nesta fase, os estudantes ainda gostam muito de brincar, assim, podem ser usados jogos educacionais, brincadeiras com palavras e números, ou até mesmo outras atividades práticas, como experimentos científicos. 

Tente encontrar maneiras criativas de incorporar o estudo em atividades que sejam envolventes.

 2 – Estimule a curiosidade da criança

Para pais que querem saber como despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos, entendam que crianças dessa idade são naturalmente curiosas e gostam de explorar o mundo ao seu redor. Aproveite essa curiosidade e incentive o estudante a fazer perguntas e procurar respostas para suas dúvidas. Essa habilidade vai desafiá-las a explorar novas ideias e perspectivas.

Os livros são ótimas fontes, porém, é possível também utilizar a tecnologia em seu favor, estimulando que as pesquisas na internet. Evidentemente, os pais precisam ficar atentos ao uso responsável desta tecnologia.

3 – Ofereça incentivos para estudar

Incentivos podem ser uma ótima maneira de motivar as crianças a estudar. Ofereça recompensas por bons resultados, como uma viagem a um lugar que a criança goste, uma noite de cinema ou algum outro programa que ela queira fazer. 

Mas lembre-se que é importante também não criar uma mentalidade de que a aprendizagem só é valiosa quando há uma recompensa envolvida. 

Os pais precisam reforçar que a aprendizagem tem o seu valor por si só, porque a partir dela o estudante também pode ser tornar mais curioso, questionador e motivado a buscar novos conhecimentos, que vão permitir ver o mundo de uma forma diferente.

Despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos pode ser um desafio para muitos pais e educadores porque, nesta fase, elas ainda estão aprendendo a desenvolver habilidades socioemocionais como organização, foco e responsabilidade. Neste texto, conheça 7 dicas muito importantes que podem ajudar nesta tarefa. Por que é tão importante despertar o amor pelo aprendizado? Pais e educadores podem começar a desenvolver o interesse das crianças ao explicar a importância que o estudo tem para o futuro das pessoas. É por meio do “aprender” que as pessoas conseguem crescer e evoluir não só do ponto de vista acadêmico, mas também pessoal e profissional. Uma forma de esclarecer um pouco mais sobre isso para os estudantes dessa faixa etária é explicar que sem o aprendizado, as possibilidades de progresso das pessoas ficam mais restritas, e os sonhos delas podem não ser realizados. Por isso, desenvolver um verdadeiro amor pelo aprendizado desde cedo será benéfico para que eles comecem a entender as suas possibilidades de realização. Para ajudar neste esclarecimento, é possível apresentar exemplos de pessoas que foram muito bem-sucedidas em suas áreas e que eles admiram. Mas outro ponto importante a ser lembrado é que cada estudante tem um jeito diferente de aprender e descobrir essas características pode ser muito útil na hora de definir as estratégias.

4 – Envolva a criança nas escolhas sobre o estudo

Permita que a criança escolha os assuntos que quer estudar. Pergunte a ela sobre seus interesses e tente encontrar maneiras de incorporar esses assuntos ao estudo. Dessa forma, a criança se sentirá mais envolvida e motivada a aprender.

Isso é muito importante especialmente devido ao ponto mencionado mais acima: cada criança tem um estilo de aprendizagem diferente e uma forma de absorver os conhecimentos de um jeito melhor para ela. 

Os estudantes podem ser mais propensos a uma aprendizagem visual, sonora ou tátil, por exemplo. Dar a eles a oportunidade de mostrar o que mais agrada pode ser uma forma muito útil de fazê-los ficar interessados pelo estudo.

Assim, quando eles são envolvidos no processo do seu próprio aprendizado desenvolvem empoderamento, autonomia, autoconfiança, capacidade de tomada de decisões, etc.

Para isso, dê a eles uma variedade de métodos de aprendizagem, que possam tornar o processo mais criativo e envolvente.

5 – Mostre interesse pela aprendizagem da criança

Demonstre interesse pelo estudo da criança e que você está disposto a ajudá-la em suas tarefas escolares. Faça perguntas sobre o que ela está estudando e ofereça-se para ajudá-la a estudar. 

Além disso, mostre-se disponível para esclarecer dúvidas e incentive-a a falar sobre seus estudos.

Nos dias tão atribulados que os pais vivem, essa também é uma forma de ter um tempo de qualidade com os filhos. 

6 – Crie um ambiente de estudo adequado

É importante criar um ambiente adequado em casa, com local próprio para estudar, com uma mesa e cadeira confortáveis, boa iluminação e sem distrações. Isso ajudará a criança a se concentrar melhor e se sentir mais motivada a estudar. 

Além disso, estabeleça uma rotina de estudos diários, para que a criança saiba quando é hora de se concentrar nos estudos.

7 – Valorize o esforço, não apenas os resultados

Valorizar o esforço é um ponto essencial para despertar o interesse das crianças pelos estudos, especialmente porque, muitas vezes, elas podem se sentir desmotivadas quando seus resultados não correspondem às suas expectativas ou às expectativas de seus pais ou professores. 

Esse é um ponto que merece muita atenção porque elas podem ter dificuldades de aprendizagem por questões diversas e acabam se sentindo fragilizadas diante das exigências que não conseguem atender.

Mas os pais, e também os educadores, devem mostrar que o processo de aprendizagem é tão importante quanto o resultado final.

Assim, quando uma criança se esforça e trabalha duro em suas tarefas escolares, ela deve ser valorizada e reconhecida, com uma atitude positiva dos pais. Dessa forma, se sentirão estimuladas a continuar se esforçando, mesmo diante de dificuldades.

Além disso, a valorização do esforço ajuda as crianças a desenvolver habilidades e competências socioemocionais importantes, como a persistência e a resiliência, que são fundamentais para o sucesso a longo prazo, tanto na vida acadêmica, quanto na pessoal. 

Quando uma criança percebe que seu esforço foi valorizado por pais e educadores, ela se sente mais confiante e motivada a continuar aprendendo e a desenvolver suas habilidades acadêmicas.

Como o Planck estimula o amor pelo aprendizado?

Agora que você já sabe como despertar o interesse pelo estudo em crianças de 10 anos, entenda a metodologia pedagógica do Colégio Planck.

O Colégio Planck tem dois pilares fundamentais: o desenvolvimento de habilidades socioemocionais e o estímulo ao alto desempenho. Portanto, desenvolver o amor pelo aprendizado está entre os seus cuidados essenciais dentro da trajetória do estudante.

Toda a equipe pedagógica do Planck oferece práticas pedagógicas que encantem seus estudantes nas mais variadas fases escolares, de forma a incentivá-los a apreciar as habilidades que adquiriram e valorizem todas as oportunidades de aprendizado oferecidas.

No Planck, os estudantes são ensinados que  o aprendizado é contínuo e  fundamental para ajudá-los a se adaptar às mudanças que ocorrem na vida, como a rápida evolução das tecnologias e a constante mudança nos mercados de trabalho que exigem novas posturas tanto no aspecto pessoal quanto profissional.

Com a capacidade de aprender rapidamente e amar o aprendizado desde, os estudantes tornam-se mais adaptáveis para enfrentar essas mudanças com confiança e mais habilidade nas suas mais variadas fases da vida.

Clique e agende uma visita. Matrículas Planck 2024.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »