O que preciso saber sobre o ENEM?

Conteúdo

Com mais de 3 milhões de inscritos só no ano passado, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a principal porta de entrada para o ensino superior no nosso país. No entanto, neste ano, haverá algumas mudanças no exame. Veja neste texto, o que o estudante deve esperar para o Enem 2022, que abre inscrições agora no mês de maio. Saiba mais sobre o ENEM O ENEM a maior prova de proficiência do Brasil existe há 25 anos, foi criado para aferir os conhecimentos dos estudantes concluintes da formação básica, para que a partir desses resultados, fossem criadas estratégias para evolução e melhoria da educação. Ao longo dos anos o ENEM foi conquistando mais espaço, em 2000 começou a ser utilizado como parte da nota em alguns vestibulares mas foi em 2009, com a criação do Sisu (Sistema de Seleção Unificado), que o exame foi elevado ao patamar de importância nacional proporcionando acesso a diversas universidades públicas e privadas como critério único de seleção para ingresso dos estudantes em seus cursos de graduação e também por meio de programas educacionais como o Sisu, Fies e Prouni. No último dia 28 de abril, foram publicados os editais sobre a realização do ENEM 2022 digital e impresso, que trouxe datas de inscrições, provas e regras. Inscrições para o ENEM O Inep já divulgou as datas para o ENEM, a primeira que os estudantes devem se preocupar é com a inscrição, que já é agora no mês de maio, de 10 a 21. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85,00, e deve ser paga por meio da impressão da GRU ( guia de recolhimento da união). O período para pagamento da taxa de inscrição é de 10 a 27 de maio. A inscrição do Enem 2022 digital e para a versão impressa deve ser realizada pelo endereço < enem.inep.gov.br/participante. No momento da inscrição o estudante deverá ficar atento com as informações referentes ao seu perfil, sobre o atendimento especializado, tipo de prova, língua estrangeira, local de realização das provas e conferir com muita atenção o preenchimento dos seus dados pessoais. Aplicação das provas Desde 2017, as provas do ENEM são aplicadas em dois domingos consecutivos que, neste ano, acontecem em 13 e 20 de novembro. Nestes dias, os portões se abrem ao meio-dia e se fecham às 13. As provas começam às 13h30. No dia 13, o término das provas está marcado para as 19h, e no dia 20, para as 18h30. No primeiro dia, as provas serão de Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas tecnologias. No segundo, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias. A data dos resultados das provas ainda não foi divulgada. Quais as mudanças do ENEM 2022? O exame já passou por algumas reformulações ao longo do ano, e neste ano, também terá mudanças. É uma medida diretamente relacionada ao novo ensino médio, que passou a valer a partir desse ano e provocou uma alteração no currículo desta etapa escolar. Atualmente, as disciplinas estão divididas em 4 grandes áreas de conhecimento: Matemática e suas tecnologias; Linguagens e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias. Cada prova tem 45 questões de múltipla escolha. Segundo uma proposta do CNAE, a expectativa seria que a prova do primeiro dia do ENEM tivesse uma abordagem interdisciplinar, sem divisão de matérias, para avaliar a formação geral do estudante. Outra sugestão realizada em conversas entre o MEC, Inep, Consed e CNAE sobre o segundo dia de provas, foi a possibilidade dos estudantes optarem por provas diferentes, confeccionadas a partir das competências escolhidas nos itinerários formativos, com provas no formato discursivo. Mas, em ambas as questões, o Ministério da Educação e o Inep ainda não bateram o martelo se a edição de 2022 já trará essas alterações. Tais modificações devem ser esperadas para a edição do Enem 2023. ENEM Digital Além disso, o ENEM Digital 2022, que é a versão digital da prova impressa, com o mesmo número de questões, passa a ser permitido apenas para os estudantes concluintes da 3ª Série do Ensino Médio ou aqueles que já concluíram. A expectativa do governo federal é que até 2026 esse sistema esteja plenamente implementado. No entanto, para a modalidade digital os estudantes não irão realizar a prova em casa, eles deverão se dirigir à instituição determinada pelo Inep, onde terão acesso a prova em computadores especializados, que não possuem acesso à internet e outros apps ou programas. Os treineiros, estudantes que estão cursando a 1ª ou 2ª séries do ensino médio, apenas poderão realizar a prova em sua versão impressa. Além disso, o candidato que se inscrever na versão impressa não poderá migrar depois para a digital e vice-versa. Neste ano, ainda serão realizados procedimentos específicos relacionados à biossegurança. Quem pode fazer o ENEM? Estudantes da 3ª Série do Ensino Médio; Estudantes que já concluíram o ensino médio; Estudantes que estão na 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio (treineiros) Pessoas que já concluíram o ensino médio e estão em restrição de liberdade; Gestantes e lactantes; Pessoas com deficiências físicas; Estrangeiros que tenham documento de identidade expedido pelo Ministério da Justiça e que tenham domínio da língua portuguesa. Dois lembretes importantes para a realização da prova do ENEM, para a correta identificação, o estudante deve estar com o seu RG atualizado e em perfeito estado para a realização de reconhecimento facial na entrada da sala de provas e portar caneta de tubo transparente de tinta preta, único material que é permitido para a realização das provas. Conclusão O Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, o preparo dos estudantes ao longo do ensino médio para o ENEM e demais vestibulares é uma das pautas do colégio. Para isso, além das aulas curriculares, os estudantes realizam ciclos de simulados do ENEM e de diversas instituições para aferir conhecimentos e gestão do tempo ao longo do ano letivo, além de um programa semanal de elaboração de redação. Com esses resultados e um apoio constante da equipe pedagógica, cada estudante tem a chance de melhorar o seu desempenho, trabalhando seus pontos fortes e corrigindo a rota em suas fragilidades. Além disso, com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais também refinam suas competências para ter mais controle emocional e autogestão, que são quesitos muito importantes durante a realização dos vestibulares.

Com mais de 3 milhões de inscritos só no ano passado, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a principal porta de entrada para o ensino superior no nosso país. No entanto, neste ano, haverá algumas mudanças no exame.

Veja neste texto, o que o estudante deve esperar do exame 2022, que abre inscrições agora no mês de maio.

Saiba mais sobre o ENEM

O ENEM a maior prova de proficiência do Brasil existe há 25 anos, foi criado para aferir os conhecimentos dos estudantes concluintes da formação básica, para que a partir desses resultados, fossem criadas estratégias para evolução e melhoria da educação. 

Ao longo dos anos, o exame nacional foi conquistando mais espaço, em 2000 começou a ser utilizado como parte da nota em alguns vestibulares mas foi em 2009, com a criação do Sisu (Sistema de Seleção Unificado), que o exame foi elevado ao patamar de importância nacional proporcionando acesso a diversas universidades públicas e privadas como critério único de seleção para ingresso dos estudantes em seus cursos de graduação e também por meio de programas educacionais como o Sisu, Fies e Prouni.

No último dia 28 de abril, foram publicados os editais sobre a realização do ENEM 2022 digital e impresso, que trouxe datas de inscrições, provas e regras.

Leia também:

Inscrições para o ENEM 2022

O Inep já divulgou as datas para o exame nacional, mas a primeira que os estudantes devem se preocupar é com a inscrição, que já é agora no mês de maio, de 10 a 21. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85,00, e deve ser paga por meio da impressão da GRU ( guia de recolhimento da união).

O período para pagamento da taxa de inscrição é de 10 a 27 de maio.

A inscrição do Enem 2022 digital e para a versão impressa deve ser realizada pelo endereço  < enem.inep.gov.br/participante.

No momento da inscrição  o estudante deverá ficar atento com as informações referentes ao seu perfil, sobre o atendimento especializado, tipo de prova, língua estrangeira, local de realização das provas e conferir com muita atenção o preenchimento dos seus dados pessoais.

Aplicação das provas

Desde 2017, as provas do ENEM são aplicadas em dois domingos consecutivos que, neste ano, acontecem em 13 e 20 de novembro.

Nestes dias, os portões se abrem ao meio-dia e se fecham às 13. As provas começam às 13h30. No dia 13, o término das provas está marcado para as 19h, e no dia 20, para as 18h30. 

No primeiro dia, as provas serão de Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas tecnologias. No segundo, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias.

A data dos resultados das provas ainda não foi divulgada.

No último dia 28 de abril, foram publicados os editais sobre a realização do ENEM 2022 digital e impresso, que trouxe datas de inscrições, provas e regras. Inscrições para o ENEM O Inep já divulgou as datas para o ENEM, a primeira que os estudantes devem se preocupar é com a inscrição, que já é agora no mês de maio, de 10 a 21. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85,00, e deve ser paga por meio da impressão da GRU ( guia de recolhimento da união). O período para pagamento da taxa de inscrição é de 10 a 27 de maio. A inscrição do Enem 2022 digital e para a versão impressa deve ser realizada pelo endereço < enem.inep.gov.br/participante. No momento da inscrição o estudante deverá ficar atento com as informações referentes ao seu perfil, sobre o atendimento especializado, tipo de prova, língua estrangeira, local de realização das provas e conferir com muita atenção o preenchimento dos seus dados pessoais. Aplicação das provas Desde 2017, as provas do ENEM são aplicadas em dois domingos consecutivos que, neste ano, acontecem em 13 e 20 de novembro. Nestes dias, os portões se abrem ao meio-dia e se fecham às 13. As provas começam às 13h30. No dia 13, o término das provas está marcado para as 19h, e no dia 20, para as 18h30. No primeiro dia, as provas serão de Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas tecnologias. No segundo, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias. A data dos resultados das provas ainda não foi divulgada.

Quais as mudanças para 2022?

O ENEM já passou por algumas reformulações ao longo do ano, e neste ano, também terá mudanças. É uma medida diretamente relacionada ao novo ensino médio, que passou a valer a partir desse ano e provocou uma alteração no currículo desta etapa escolar.

Atualmente, as disciplinas estão divididas em 4 grandes áreas de conhecimento: 

  • Matemática e suas tecnologias;
  • Linguagens e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias.

Cada prova tem 45 questões de múltipla escolha.

Quais as mudanças do ENEM 2022? O exame já passou por algumas reformulações ao longo do ano, e neste ano, também terá mudanças. É uma medida diretamente relacionada ao novo ensino médio, que passou a valer a partir desse ano e provocou uma alteração no currículo desta etapa escolar. Atualmente, as disciplinas estão divididas em 4 grandes áreas de conhecimento: Matemática e suas tecnologias; Linguagens e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias. Cada prova tem 45 questões de múltipla escolha. Segundo uma proposta do CNAE, a expectativa seria que a prova do primeiro dia do ENEM tivesse uma abordagem interdisciplinar, sem divisão de matérias, para avaliar a formação geral do estudante. Outra sugestão realizada em conversas entre o MEC, Inep, Consed e CNAE sobre o segundo dia de provas, foi a possibilidade dos estudantes optarem por provas diferentes, confeccionadas a partir das competências escolhidas nos itinerários formativos, com provas no formato discursivo. Mas, em ambas as questões, o Ministério da Educação e o Inep ainda não bateram o martelo se a edição de 2022 já trará essas alterações. Tais modificações devem ser esperadas para a edição do Enem 2023.

Segundo uma proposta do CNAE, a expectativa seria que a prova do primeiro dia do ENEM tivesse uma abordagem interdisciplinar, sem divisão de matérias, para avaliar a formação geral do estudante.

Outra sugestão realizada em conversas entre o MEC, Inep, Consed e CNAE sobre o segundo dia de provas, foi a possibilidade de os estudantes optarem por provas diferentes, confeccionadas a partir das competências escolhidas nos itinerários formativos, com provas no formato discursivo.

Mas, em ambas as questões, o Ministério da Educação e o Inep ainda não bateram o martelo se a edição de 2022 já trará essas alterações. Tais modificações devem ser esperadas para a edição de 2023.

Com mais de 3 milhões de inscritos só no ano passado, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a principal porta de entrada para o ensino superior no nosso país. No entanto, neste ano, haverá algumas mudanças no exame. Veja neste texto, o que o estudante deve esperar para o Enem 2022, que abre inscrições agora no mês de maio. Saiba mais sobre o ENEM O ENEM a maior prova de proficiência do Brasil existe há 25 anos, foi criado para aferir os conhecimentos dos estudantes concluintes da formação básica, para que a partir desses resultados, fossem criadas estratégias para evolução e melhoria da educação. Ao longo dos anos o ENEM foi conquistando mais espaço, em 2000 começou a ser utilizado como parte da nota em alguns vestibulares mas foi em 2009, com a criação do Sisu (Sistema de Seleção Unificado), que o exame foi elevado ao patamar de importância nacional proporcionando acesso a diversas universidades públicas e privadas como critério único de seleção para ingresso dos estudantes em seus cursos de graduação e também por meio de programas educacionais como o Sisu, Fies e Prouni. No último dia 28 de abril, foram publicados os editais sobre a realização do ENEM 2022 digital e impresso, que trouxe datas de inscrições, provas e regras. Inscrições para o ENEM O Inep já divulgou as datas para o ENEM, a primeira que os estudantes devem se preocupar é com a inscrição, que já é agora no mês de maio, de 10 a 21. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85,00, e deve ser paga por meio da impressão da GRU ( guia de recolhimento da união). O período para pagamento da taxa de inscrição é de 10 a 27 de maio. A inscrição do Enem 2022 digital e para a versão impressa deve ser realizada pelo endereço < enem.inep.gov.br/participante. No momento da inscrição o estudante deverá ficar atento com as informações referentes ao seu perfil, sobre o atendimento especializado, tipo de prova, língua estrangeira, local de realização das provas e conferir com muita atenção o preenchimento dos seus dados pessoais. Aplicação das provas Desde 2017, as provas do ENEM são aplicadas em dois domingos consecutivos que, neste ano, acontecem em 13 e 20 de novembro. Nestes dias, os portões se abrem ao meio-dia e se fecham às 13. As provas começam às 13h30. No dia 13, o término das provas está marcado para as 19h, e no dia 20, para as 18h30. No primeiro dia, as provas serão de Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas tecnologias. No segundo, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias. A data dos resultados das provas ainda não foi divulgada. Quais as mudanças do ENEM 2022? O exame já passou por algumas reformulações ao longo do ano, e neste ano, também terá mudanças. É uma medida diretamente relacionada ao novo ensino médio, que passou a valer a partir desse ano e provocou uma alteração no currículo desta etapa escolar. Atualmente, as disciplinas estão divididas em 4 grandes áreas de conhecimento: Matemática e suas tecnologias; Linguagens e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias. Cada prova tem 45 questões de múltipla escolha. Segundo uma proposta do CNAE, a expectativa seria que a prova do primeiro dia do ENEM tivesse uma abordagem interdisciplinar, sem divisão de matérias, para avaliar a formação geral do estudante. Outra sugestão realizada em conversas entre o MEC, Inep, Consed e CNAE sobre o segundo dia de provas, foi a possibilidade dos estudantes optarem por provas diferentes, confeccionadas a partir das competências escolhidas nos itinerários formativos, com provas no formato discursivo. Mas, em ambas as questões, o Ministério da Educação e o Inep ainda não bateram o martelo se a edição de 2022 já trará essas alterações. Tais modificações devem ser esperadas para a edição do Enem 2023. ENEM Digital Além disso, o ENEM Digital 2022, que é a versão digital da prova impressa, com o mesmo número de questões, passa a ser permitido apenas para os estudantes concluintes da 3ª Série do Ensino Médio ou aqueles que já concluíram. A expectativa do governo federal é que até 2026 esse sistema esteja plenamente implementado. No entanto, para a modalidade digital os estudantes não irão realizar a prova em casa, eles deverão se dirigir à instituição determinada pelo Inep, onde terão acesso a prova em computadores especializados, que não possuem acesso à internet e outros apps ou programas. Os treineiros, estudantes que estão cursando a 1ª ou 2ª séries do ensino médio, apenas poderão realizar a prova em sua versão impressa. Além disso, o candidato que se inscrever na versão impressa não poderá migrar depois para a digital e vice-versa. Neste ano, ainda serão realizados procedimentos específicos relacionados à biossegurança. Quem pode fazer o ENEM? Estudantes da 3ª Série do Ensino Médio; Estudantes que já concluíram o ensino médio; Estudantes que estão na 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio (treineiros) Pessoas que já concluíram o ensino médio e estão em restrição de liberdade; Gestantes e lactantes; Pessoas com deficiências físicas; Estrangeiros que tenham documento de identidade expedido pelo Ministério da Justiça e que tenham domínio da língua portuguesa. Dois lembretes importantes para a realização da prova do ENEM, para a correta identificação, o estudante deve estar com o seu RG atualizado e em perfeito estado para a realização de reconhecimento facial na entrada da sala de provas e portar caneta de tubo transparente de tinta preta, único material que é permitido para a realização das provas. Conclusão O Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, o preparo dos estudantes ao longo do ensino médio para o ENEM e demais vestibulares é uma das pautas do colégio. Para isso, além das aulas curriculares, os estudantes realizam ciclos de simulados do ENEM e de diversas instituições para aferir conhecimentos e gestão do tempo ao longo do ano letivo, além de um programa semanal de elaboração de redação. Com esses resultados e um apoio constante da equipe pedagógica, cada estudante tem a chance de melhorar o seu desempenho, trabalhando seus pontos fortes e corrigindo a rota em suas fragilidades. Além disso, com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais também refinam suas competências para ter mais controle emocional e autogestão, que são quesitos muito importantes durante a realização dos vestibulares.

ENEM Digital

Além disso, o ENEM Digital 2022, que é a versão digital da prova impressa, com o mesmo número de questões, passa a ser permitido apenas para os estudantes concluintes da 3ª Série do Ensino Médio ou aqueles que já concluíram. A expectativa do governo federal é que até 2026 esse sistema esteja plenamente implementado.

No entanto, para a modalidade digital os estudantes não irão realizar a prova em casa, eles deverão se dirigir à instituição determinada pelo Inep, onde terão acesso a prova em computadores especializados, que não possuem acesso à internet e outros apps ou programas.

Os treineiros,  estudantes que estão cursando a 1ª ou 2ª séries do ensino médio, apenas poderão realizar a prova em sua versão impressa. 

Além disso, o candidato que se inscrever na versão impressa não poderá migrar depois para a digital e vice-versa.

Neste ano, ainda serão realizados procedimentos específicos relacionados à biossegurança.

Quem pode fazer o ENEM?

  • Estudantes da 3ª Série do Ensino Médio;
  • Estudantes que  já concluíram o ensino médio;
  • Estudantes que estão na 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio (treineiros)
  • Pessoas que já concluíram o ensino médio e estão em restrição de liberdade;
  • Gestantes e lactantes;
  • Pessoas com deficiências físicas;
  • Estrangeiros que tenham documento de identidade expedido pelo Ministério da Justiça e que tenham domínio da língua portuguesa.

Dois lembretes importantes para a realização da prova do ENEM, para a correta identificação: o estudante deve estar com o seu RG atualizado e em perfeito estado para a realização de reconhecimento facial na entrada da sala de provas e portar caneta de tubo transparente de tinta preta, único material que é permitido para a realização das provas. 

Conclusão

O Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, o preparo dos estudantes ao longo do ensino médio para o ENEM e demais vestibulares é uma das pautas do colégio.

Para isso, além das aulas curriculares, os estudantes realizam ciclos de simulados do exame nacional e de diversas instituições para aferir conhecimentos e gestão do tempo ao longo do ano letivo, além de um programa semanal de elaboração de redação. 

Com esses resultados e um apoio constante da equipe pedagógica, cada estudante tem a chance de melhorar o seu desempenho, trabalhando seus pontos fortes e corrigindo a rota em suas fragilidades.

Além disso, com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais também refinam suas competências para ter mais controle emocional e autogestão, que são quesitos muito importantes durante a realização dos vestibulares.

 

Compartilhe:

Leia também:

Translate »