Escolha profissional é um projeto de vida

Conteúdo

Fazer uma escolha profissional não é fácil, ainda mais em uma fase que é marcada por transformações corporais e psíquicas, repleta de conflitos. Dessa forma, algumas ferramentas são primordiais nessa etapa para direcionar os estudantes e promover mais autonomia e confiança. Continue lendo este conteúdo e confira como é possível ajudá-los nesse processo.Fazer uma escolha profissional não é fácil, ainda mais em uma fase que é marcada por transformações corporais e psíquicas, repleta de conflitos.

Na adolescência, o jovem está descobrindo e formando a sua identidade, está tentando compreender suas emoções e se depara, além disso, com a escolha que definirá seu caminho, abrindo espaço para sentimentos como a insegurança.

Dessa forma, algumas ferramentas são primordiais nessa etapa para direcionar os estudantes e promover mais autonomia e confiança.

Continue lendo este conteúdo e confira como é possível ajudá-los nesse processo.

Como escolher a carreira profissional

A escolha profissional não é só uma carreira, é um projeto de vida. É definir com o que se vai trabalhar, para que, como vai fazer isso e onde. É pensar num sentido para a própria vida, portanto, não é algo fácil de realizar, demanda tempo e conhecimento sobre si e as profissões.

É válido salientar que é cedo para dizer se eles seguirão a profissão escolhida para o resto da vida, mas de fato, as escolhas de hoje impactarão no futuro.

Por isso, escolher com atenção é importante e alguns recursos podem ajudar.

Autoconhecimento e habilidades socioemocionais

O primeiro passo para a escolha profissional é aliar o autoconhecimento e as habilidades socioemocionais com o conhecimento das profissões.

O autoconhecimento possibilita um olhar para dentro, o que é extremamente importante pois os movimentos da adolescência estão voltados para fora. Já a habilidade socioemocional é a capacidade de entender e gerenciar as próprias emoções, bem como a capacidade do estudante de conviver positivamente com os outros e com aquilo que está à sua volta.

Estes fatores podem ajudar os adolescentes a controlarem o estresse e a ansiedade e a reconhecerem o que os aproxima de algumas profissões, as suas habilidades, paixões e motivações internas.

Além disso, irá contribuir para que eles encontrem as respostas para as seguintes perguntas: 

  • Que tipo de trabalho gostaria de fazer?
  • Qual é o melhor ambiente de trabalho?
  • Quais roupas gostaria de utilizar?
  • Que estilo de vida deseja ter no futuro?

Leia também:

Desenvolvimento cognitivo na adolescência 

Pesquisar as profissões

São muitos os desafios da escolha profissional, por isso, é recomendado pesquisar e entrar em contato com o mundo universitário e as possíveis profissões.

O Colégio Planck, além de desenvolver as habilidades cognitivas e socioemocionais, prepara os estudantes para esse momento oferecendo suporte técnico e emocional, ferramentas e toda assistência necessária para a escolha da carreira.

São organizados eventos como a Semana de Profissões, com o objetivo de aproximar os jovens do universo profissional, visitas às universidades e feiras, além do compartilhamento de informações referentes aos vestibulares e as profissões.

Os cursos de atividades extracurriculares oferecidos pelo Planck também ajudam a despertar o interesse em determinados cursos e carreiras.

Em vista disso, o Colégio Planck orienta os estudantes:

  • Participarem de workshops;
  • Cursos de verão (Summers) para que possam sentir o clima da instituição de interesse;
  • Experimentar atividades referentes a possível escolha profissional;
  • Pesquisar a grade curricular dos cursos;
  • Fazer comparações entre um curso universitário e outro;
  • Listar as habilidades e os desejos pessoais.

Você também vai gostar de saber sobre:

 Alto desempenho

Summer

A influência dos pais na escolha profissional dos filhos

Um dos critérios para a escolha profissional na adolescência tem a ver com a influência dos pais.

Os pais têm um papel marcante no desenvolvimento de seus filhos e são um dos influenciadores nessa jornada, no entanto, é importante ressaltar que outros fatores também podem moldar a escolha da carreira, como os colegas, as tendências do mercado profissional, valores pessoais, dentre outros.

Admiração pela escolha profissional dos pais

Em alguns casos, por admirar ou idealizar a carreira dos pais, os filhos podem optar por seguir os mesmos caminhos.

Entretanto, é importante que os jovens tenham uma visão realista das profissões e analisem se suas habilidades são compatíveis com as determinadas ocupações, para que a escolha seja feita com autonomia e consciência.

Frustrações e crenças de sucesso dos pais

É normal que os pais queiram evitar que seus filhos passem por experiências ruins pelas quais eles já vivenciaram no passado. Dessa forma, na tentativa de poupá-los de certas frustrações, a tendência é afastá-los de algumas profissões.

Porém, para que o adolescente adquira autoconfiança é necessário que os pais ofereçam as possibilidades, mas permitam que seus filhos façam suas escolhas.

Além disso, algumas crenças de sucesso dos pais, podem confundir o adolescente que está tentando encontrar a sua própria direção.

Como ajudar de forma positiva os filhos na escolha profissional?

A imposição e a pressão podem aumentar a insegurança e a ansiedade, por isso, a melhor forma de ajudar os filhos na escolha profissional é sendo um grande conselheiro e não um crítico. Algumas atitudes podem impactar de maneira positiva:

  • Permita que o estudante seja o protagonista;
  • Entenda que existem estilos de aprendizagem diferentes e que cada estudante tem o seu tempo e a sua forma de aprender e se desenvolver;
  • Ajude seu filho a descobrir os seus pontos fortes, habilidades e paixões;
  • Apresente a ele as profissões, uma boa dica é possibilitar a conversa com amigos da família que possuam ocupações diferentes;
  • Incentive a busca de interesses e ambições;
  • Consuma com ele conteúdos sobre o assunto, como livros, filmes, vídeos e posts em blogs.

Por fim, estar presente, acolher, ter paciência e apoiar a decisão do estudante são fatores essenciais para uma escolha profissional consciente e tranquila.

Testes de personalidade para orientar as escolhas profissionais funcionam?

Não é concebível resumir a orientação vocacional somente em testes, é de suma importância dispor de autoconhecimento e informação, portanto, o desenvolvimento das capacidades emocionais, a pesquisa e o contato com as possíveis profissões a serem escolhidas são fatores indispensáveis.

Entretanto, o teste vocacional quando realizado e acompanhado por um psicólogo, pode contribuir e ajudar o estudante na sua escolha profissional.

Dicas para diminuir o estresse e a ansiedade nesta escolha

Se planejar, buscar informações, pesquisar as opções e entrar em contato com as áreas profissionais, são dicas para que o estudante se sinta mais preparado e, consequentemente, amenize a ansiedade. Porém, é válido lembrar que é importante cuidar da saúde mental.

Um jeito de fazer isso é aproveitar os momentos de lazer com a família e os amigos, e praticar algum esporte ou hobbie em paralelo aos estudos.

Neste período, é crucial manter um diálogo aberto com os filhos. Além disso, para que o projeto de vida deles se torne possível, é relevante que os pais e responsáveis os ajudem a manter a calma, entender os seus limites e a respeitar o próprio corpo.

O Colégio Planck e a escolha profissional

A escolha profissional é uma fase importante na vida do jovem e, assim como os pais, o Colégio possui um papel fundamental nesse período.

O Colégio Planck tem o alto desempenho e o desenvolvimento das habilidades socioemocionais como seus principais pilares, com o objetivo de preparar emocionalmente e capacitar os jovens para a escolha da profissão.

As habilidades socioemocionais estão inseridas nas mais diversas atividades do Colégio e acontecem dentro das disciplinas curriculares, eletivas e em diversos eventos e iniciativas extracurriculares.

Durante as aulas de Projeto de Vida do Ensino Médio, os estudantes são convidados a refletir sobre sua personalidade, por meio do autoconhecimento e com a mediação das orientadoras educacionais. Em um mesmo processo, os estudantes também se debruçam sobre o mundo das profissões, com pesquisas e roteiros acerca dos cursos de graduação existentes e sobre as universidades brasileiras e internacionais.

Na 3ª série do Ensino Médio, o estudante recebe orientação individualizada, para traçar sua trajetória de escolha profissional. Junto à Orientação Educacional, é desenvolvido plano de estudos compatível com seu sonho e estratégias para se preparar para o desafio do vestibular. 

Ao longo do processo, o estudante adquire auxílio para definir as instituições de ensino superior que correspondem às suas expectativas, com análise de indicadores como qualidade de ensino, influência no mercado de trabalho, localização, entre outros.

Com isso, na metodologia do Planck, é incentivado o desenvolvimento do autoconhecimento, habilidade fundamental para saber administrar os conflitos que aparecem durante o período de vestibular, como a ansiedade e o estresse com a escolha profissional, e as próprias questões relacionadas ao desempenho escolar.

Assim, os estudantes estarão mais preparados não só academicamente, mas para passar por essa etapa mais tranquilamente e em todos os aspectos sociais e emocionais que possam levá-los ao sucesso em suas vidas e carreiras.

Clique e agende uma visita. Matrículas Planck 2024.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »