Universidades públicas: quais são os vestibulares mais concorridos e como se preparar?

Conteúdo

Não é segredo para ninguém que os vestibulares mais concorridos são os das universidades públicas. Por isso, é fundamental saber se preparar para eles. Nesse texto, saiba quais são os processos seletivos mais disputados e quais são as dicas para ficar afiado para as provas. Quais são as universidades públicas mais disputadas no vestibular? Além do ENEM, que é o maior processo seletivo do país, envolvendo diversas universidades públicas, especialmente as federais, entre os principais e maiores vestibulares estão: Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), que seleciona candidatos para a USP; Unicamp; Unesp; UERJ; ITA; IME. Nesses processos seletivos, estão as provas das universidades públicas que são consideradas as melhores do país. Só para se ter ideia da concorrência nessas universidades, apenas para o vestibular da Fuvest, que é destinado ao preenchimento das vagas da USP, 110 mil candidatos se inscreveram para 8.211 vagas no processo seletivo de 2022. Já para o ENEM, no total, foram 3.396.632 inscritos. Nota de corte A nota de corte é a pontuação mínima exigida para que os candidatos fiquem entre os selecionados para um determinado curso. A quantidade de candidatos inscritos também eleva muito a nota de corte dos cursos. As maiores notas de corte de acordo com o Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para as universidades públicas no ENEM em 2022 são para os cursos: Medicina; Biomedicina; Odontologia; Direito; Psicologia; Engenharia Química; Fisioterapia; Engenharia Civil; Ciências do Estado. De acordo com o Jornal da USP, para a Fuvest 2022, na categoria ampla concorrência, as maiores notas de corte, em universidades variadas, ficaram com os cursos: Medicina (São Paulo); Engenharia Aeronáutica (São Carlos); Psicologia (São Paulo); Relações Internacionais; Ciências Biomédicas; Curso Superior do Audiovisual; Engenharia (Escola Politécnica); Arquitetura (São Paulo); Design (São Paulo). Dicas para se preparar para os vestibulares das universidades públicas Com a concorrência acirrada e as notas de corte nas alturas, não há outro meio de passar no vestibular de uma universidade pública sem estudar muito, mas estudar com orientação e planejamento. Além da dedicação, existem outras importantes estratégias para deixar os candidatos preparados para ingressar em um desses cursos. Conheça algumas dicas: 1 - Conheça o vestibular que vai prestar Para ficar preparado para qualquer desafio, uma pessoa precisa conhecer em que território está pisando. Assim, é imprescindível conhecer as especificidades do vestibular que irá prestar. Por exemplo, quantas fases existem, quantas questões tem cada prova e como são divididas, se as questões são optativas ou dissertativas, qual o conteúdo cobrado, o que costuma ser exigido na redação, se há lista de obras literárias, qual é o tempo de prova, etc. Para ficar por dentro de tudo isso, uma ação importante é ler o edital/manual do vestibular, onde estão todas as informações necessárias. Além disso, observe edições anteriores das provas de cada vestibular, para ter um embasamento maior. 2 - Crie uma rotina de estudos Uma rotina de estudos para os vestibulares é um ponto muito importante para o planejamento do estudante que quer se preparar para os processos seletivos mais concorridos. Com um plano de estudos bem traçado, que pode ser elaborado com a ajuda da Orientação Educacional, os estudantes vão delimitar tempo para tudo, por exemplo, com um cronograma para estudos das disciplinas, mas também para os momentos de lazer e descanso. É importante que o estudante entenda que a qualidade de suas horas de estudo é mais importante do que a quantidade em si. Assim, o estudante não perde tempo e também não deixa de arejar a cabeça, que é um fator essencial nessa preparação, inclusive pelo aspecto emocional e psicológico. 3 - Utilize ferramentas de memorização de conteúdo Existem 3 tipos de aprendizado que envolvem as imagens, sons e tato. Cada pessoa é propensa a aprender melhor de uma determinada forma. Então, é importante buscar variações na forma de estudar para entender qual é a sua. Depois da leitura de um conteúdo, fazer resumos pode ser uma ótima iniciativa para memorização da matéria. Outras pessoas podem fazer resumos e lê-los em voz alta para si mesmo, outras lêem o conteúdo, gravam e ouvem a gravação. Importante é investir em técnicas de memorização que estimulem o sentido que mais ajuda no seu aprendizado. 4 - Tenha um espaço próprio para estudar Quando o estudante está se preparando para o vestibular, irá necessitar de muito foco e concentração. Então, essa dica se refere a ter um espaço próprio para o estudo. O ambiente precisa ser silencioso e não disputar espaço com outras atividades que possam levar à distração, portanto, não estude próximo à TV ligada, redes sociais enviando notificações ou onde as pessoas fiquem falando muito. Neste local, tenha todo o material didático necessário, água e até algo para beliscar, como uma barra de chocolate ou uma barra de cereal, enquanto não chega o seu horário de pausa para comer. 5 - Faça simulados Os simulados são importantes oportunidades para conhecer as características de cada vestibular. Ao realizar essas provas durante esse treinamento, o estudante consegue avaliar o seu tempo de resposta para cada questão e o quanto gastou de forma geral, consegue observar em quais conteúdos sente mais facilidade ou dificuldade, e avaliar diversas outras características que poderão ser importantes quando chegar a prova oficial. Com os simulados, é possível corrigir erros de percurso e ir se preparando ao longo do ano. 6 - Fique de olho no que ocorre no país e no mundo Todos os vestibulares costumam colocar algumas questões de Atualidades em suas provas. Portanto, ter atenção com o que está ocorrendo no próprio país e com o mundo é muito importante para adquirir bagagem no momento de realizar o teste oficial do vestibular. Questões relacionadas à saúde pública, política, movimentos ambientais, oscilação dos mercados, etc, podem servir como inspiração para diversas questões, nas mais variadas disciplinas. Além disso, fique sempre atento ao que o professor orienta sobre determinados assuntos. 7 - Utilize todas as ferramentas disponibilizadas pelo Colégio O Colégio Planck coloca diversas ferramentas pedagógicas à disposição dos estudantes para sanar suas dúvidas. Portanto, não deixe de usá-las: Aulas com professores altamente qualificados em suas disciplinas; Plantões de dúvidas semanais; Aulas de aprofundamento no contraturno; Programa de correção de redação; Livre acesso à Orientação Educacional, para análises de rendimento e elaboração de rotina de estudos individualizada; Simulados; Atividades extracurriculares para desenvolvimento de novas habilidades, etc. Todos os espaços do Colégio Planck são dedicados à aprendizagem e as portas estão sempre abertas para quaisquer esclarecimentos. Conclusão O Colégio Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, oferece recursos que estimulem o aprendizado dos seus estudantes. Dessa forma, coloca à disposição também a expertise de seu time para que os estudantes estejam muito bem preparados para os vestibulares das universidades públicas. Nossa meta é transformar cada estudante na melhor versão de si mesmo, incentivando-o sempre para que seja protagonista dos seus processos de aprendizagem e preparando-o para atingir o sucesso em sua jornada acadêmica e na vida, com muito propósito e autoconfiança.Não é segredo para ninguém que os vestibulares mais concorridos são os das universidades públicas. Por isso, é fundamental saber se preparar para eles.

Nesse texto, saiba quais são os processos seletivos mais disputados e quais são as dicas para ficar afiado para as provas.

Quais são as universidades públicas mais disputadas no vestibular?

Além do ENEM, que é o maior processo seletivo do país, envolvendo diversas universidades públicas, especialmente as federais, entre os principais e maiores vestibulares estão:

  • Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), que seleciona candidatos para a USP; 
  • Unicamp;
  • Unesp;
  • UERJ;
  • ITA;
  • IME.

Nesses processos seletivos, estão as provas das universidades públicas que são consideradas as melhores do país.

Só para se ter ideia da concorrência nessas universidades, apenas para o vestibular da Fuvest, que é destinado ao preenchimento das vagas da USP, 110 mil candidatos se inscreveram para 8.211 vagas no processo seletivo de 2022. Já para o ENEM, no total, foram 3.396.632 inscritos.

Nota de corte

A nota de corte é a pontuação mínima exigida para que os candidatos fiquem entre os selecionados para um determinado curso. A quantidade de candidatos inscritos também eleva muito a nota de corte dos cursos. 

As maiores notas de corte de acordo com o Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para as universidades públicas no ENEM em 2022 são para os cursos: 

  • Medicina;
  • Biomedicina;
  • Odontologia;
  • Direito;
  • Psicologia;
  • Engenharia Química;
  • Fisioterapia;
  • Engenharia Civil;
  • Ciências do Estado.

De acordo com o Jornal da USP, para a Fuvest 2022, na categoria ampla concorrência, as maiores notas de corte, em universidades variadas, ficaram com os cursos:

  • Medicina (São Paulo);
  • Engenharia Aeronáutica (São Carlos);
  • Psicologia (São Paulo);
  • Relações Internacionais;
  • Ciências Biomédicas;
  • Curso Superior do Audiovisual;
  • Engenharia (Escola Politécnica);
  • Arquitetura (São Paulo);
  • Design (São Paulo).

Ebook meu filho não sabe que carreira investir como posso ajudar

Dicas para se preparar para os vestibulares das universidades públicas

Com a concorrência acirrada e as notas de corte nas alturas, não há outro meio de passar no vestibular de uma universidade pública sem estudar muito, mas estudar com orientação e planejamento.

Além da dedicação, existem outras importantes estratégias para deixar os candidatos preparados para ingressar em um desses cursos. Conheça algumas dicas:

1 – Conheça o vestibular que vai prestar

Para ficar preparado para qualquer desafio, uma pessoa precisa conhecer em que território está pisando. Assim, é imprescindível conhecer as especificidades do vestibular que irá prestar.

Por exemplo, quantas fases existem, quantas questões tem cada prova e como são divididas, se as questões são optativas ou dissertativas, qual o conteúdo cobrado, o que costuma ser exigido na redação, se há lista de obras literárias, qual é o tempo de prova, etc.

Para ficar por dentro de tudo isso, uma ação importante é ler o edital/manual do vestibular, onde estão todas as informações necessárias. Além disso, observe edições anteriores das provas de cada vestibular, para ter um embasamento maior.

2 – Crie uma rotina de estudos

Uma rotina de estudos para os vestibulares é um ponto muito importante para o planejamento do estudante que quer se preparar para os processos seletivos mais concorridos.

Com um plano de estudos bem traçado, que pode ser elaborado com a ajuda da Orientação Educacional, os estudantes vão delimitar tempo para tudo, por exemplo, com um cronograma para estudos das disciplinas, mas também para os momentos de lazer e descanso.

É importante que o estudante entenda que a qualidade de suas horas de estudo é mais importante do que a quantidade em si.

Assim, o estudante não perde tempo e também não deixa de arejar a cabeça, que é um fator essencial nessa preparação, inclusive pelo aspecto emocional e psicológico.

Não é segredo para ninguém que os vestibulares mais concorridos são os das universidades públicas. Por isso, é fundamental saber se preparar para eles. Nesse texto, saiba quais são os processos seletivos mais disputados e quais são as dicas para ficar afiado para as provas. Quais são as universidades públicas mais disputadas no vestibular? Além do ENEM, que é o maior processo seletivo do país, envolvendo diversas universidades públicas, especialmente as federais, entre os principais e maiores vestibulares estão: Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), que seleciona candidatos para a USP; Unicamp; Unesp; UERJ; ITA; IME. Nesses processos seletivos, estão as provas das universidades públicas que são consideradas as melhores do país. Só para se ter ideia da concorrência nessas universidades, apenas para o vestibular da Fuvest, que é destinado ao preenchimento das vagas da USP, 110 mil candidatos se inscreveram para 8.211 vagas no processo seletivo de 2022. Já para o ENEM, no total, foram 3.396.632 inscritos. Nota de corte A nota de corte é a pontuação mínima exigida para que os candidatos fiquem entre os selecionados para um determinado curso. A quantidade de candidatos inscritos também eleva muito a nota de corte dos cursos. As maiores notas de corte de acordo com o Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para as universidades públicas no ENEM em 2022 são para os cursos: Medicina; Biomedicina; Odontologia; Direito; Psicologia; Engenharia Química; Fisioterapia; Engenharia Civil; Ciências do Estado. De acordo com o Jornal da USP, para a Fuvest 2022, na categoria ampla concorrência, as maiores notas de corte, em universidades variadas, ficaram com os cursos: Medicina (São Paulo); Engenharia Aeronáutica (São Carlos); Psicologia (São Paulo); Relações Internacionais; Ciências Biomédicas; Curso Superior do Audiovisual; Engenharia (Escola Politécnica); Arquitetura (São Paulo); Design (São Paulo). Dicas para se preparar para os vestibulares das universidades públicas Com a concorrência acirrada e as notas de corte nas alturas, não há outro meio de passar no vestibular de uma universidade pública sem estudar muito, mas estudar com orientação e planejamento. Além da dedicação, existem outras importantes estratégias para deixar os candidatos preparados para ingressar em um desses cursos. Conheça algumas dicas: 1 - Conheça o vestibular que vai prestar Para ficar preparado para qualquer desafio, uma pessoa precisa conhecer em que território está pisando. Assim, é imprescindível conhecer as especificidades do vestibular que irá prestar. Por exemplo, quantas fases existem, quantas questões tem cada prova e como são divididas, se as questões são optativas ou dissertativas, qual o conteúdo cobrado, o que costuma ser exigido na redação, se há lista de obras literárias, qual é o tempo de prova, etc. Para ficar por dentro de tudo isso, uma ação importante é ler o edital/manual do vestibular, onde estão todas as informações necessárias. Além disso, observe edições anteriores das provas de cada vestibular, para ter um embasamento maior. 2 - Crie uma rotina de estudos Uma rotina de estudos para os vestibulares é um ponto muito importante para o planejamento do estudante que quer se preparar para os processos seletivos mais concorridos. Com um plano de estudos bem traçado, que pode ser elaborado com a ajuda da Orientação Educacional, os estudantes vão delimitar tempo para tudo, por exemplo, com um cronograma para estudos das disciplinas, mas também para os momentos de lazer e descanso. É importante que o estudante entenda que a qualidade de suas horas de estudo é mais importante do que a quantidade em si. Assim, o estudante não perde tempo e também não deixa de arejar a cabeça, que é um fator essencial nessa preparação, inclusive pelo aspecto emocional e psicológico. 3 - Utilize ferramentas de memorização de conteúdo Existem 3 tipos de aprendizado que envolvem as imagens, sons e tato. Cada pessoa é propensa a aprender melhor de uma determinada forma. Então, é importante buscar variações na forma de estudar para entender qual é a sua. Depois da leitura de um conteúdo, fazer resumos pode ser uma ótima iniciativa para memorização da matéria. Outras pessoas podem fazer resumos e lê-los em voz alta para si mesmo, outras lêem o conteúdo, gravam e ouvem a gravação. Importante é investir em técnicas de memorização que estimulem o sentido que mais ajuda no seu aprendizado. 4 - Tenha um espaço próprio para estudar Quando o estudante está se preparando para o vestibular, irá necessitar de muito foco e concentração. Então, essa dica se refere a ter um espaço próprio para o estudo. O ambiente precisa ser silencioso e não disputar espaço com outras atividades que possam levar à distração, portanto, não estude próximo à TV ligada, redes sociais enviando notificações ou onde as pessoas fiquem falando muito. Neste local, tenha todo o material didático necessário, água e até algo para beliscar, como uma barra de chocolate ou uma barra de cereal, enquanto não chega o seu horário de pausa para comer. 5 - Faça simulados Os simulados são importantes oportunidades para conhecer as características de cada vestibular. Ao realizar essas provas durante esse treinamento, o estudante consegue avaliar o seu tempo de resposta para cada questão e o quanto gastou de forma geral, consegue observar em quais conteúdos sente mais facilidade ou dificuldade, e avaliar diversas outras características que poderão ser importantes quando chegar a prova oficial. Com os simulados, é possível corrigir erros de percurso e ir se preparando ao longo do ano. 6 - Fique de olho no que ocorre no país e no mundo Todos os vestibulares costumam colocar algumas questões de Atualidades em suas provas. Portanto, ter atenção com o que está ocorrendo no próprio país e com o mundo é muito importante para adquirir bagagem no momento de realizar o teste oficial do vestibular. Questões relacionadas à saúde pública, política, movimentos ambientais, oscilação dos mercados, etc, podem servir como inspiração para diversas questões, nas mais variadas disciplinas. Além disso, fique sempre atento ao que o professor orienta sobre determinados assuntos. 7 - Utilize todas as ferramentas disponibilizadas pelo Colégio O Colégio Planck coloca diversas ferramentas pedagógicas à disposição dos estudantes para sanar suas dúvidas. Portanto, não deixe de usá-las: Aulas com professores altamente qualificados em suas disciplinas; Plantões de dúvidas semanais; Aulas de aprofundamento no contraturno; Programa de correção de redação; Livre acesso à Orientação Educacional, para análises de rendimento e elaboração de rotina de estudos individualizada; Simulados; Atividades extracurriculares para desenvolvimento de novas habilidades, etc. Todos os espaços do Colégio Planck são dedicados à aprendizagem e as portas estão sempre abertas para quaisquer esclarecimentos. Conclusão O Colégio Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, oferece recursos que estimulem o aprendizado dos seus estudantes. Dessa forma, coloca à disposição também a expertise de seu time para que os estudantes estejam muito bem preparados para os vestibulares das universidades públicas. Nossa meta é transformar cada estudante na melhor versão de si mesmo, incentivando-o sempre para que seja protagonista dos seus processos de aprendizagem e preparando-o para atingir o sucesso em sua jornada acadêmica e na vida, com muito propósito e autoconfiança.

3 – Utilize ferramentas de memorização de conteúdo

Existem 3 tipos de aprendizado que envolvem as imagens, sons e tato. Cada pessoa é propensa a aprender melhor de uma determinada forma. Então, é importante buscar variações na forma de estudar para entender qual é a sua.

Depois da leitura de um conteúdo, fazer resumos pode ser uma ótima iniciativa para memorização da matéria. Outras pessoas podem fazer resumos e lê-los em voz alta para si mesmo, outras leem o conteúdo, gravam e ouvem a gravação.

Importante é investir em técnicas de memorização que estimulem o sentido que mais ajuda no seu aprendizado.

4 – Tenha um espaço próprio para estudar

Quando o estudante está se preparando para o vestibular, irá necessitar de muito foco e concentração. Então, essa dica se refere a ter um espaço próprio para o estudo.

O ambiente precisa ser silencioso e não disputar espaço com outras atividades que possam levar à distração, portanto, não estude próximo à TV ligada, redes sociais enviando notificações ou onde as pessoas fiquem falando muito.

Neste local, tenha todo o material didático necessário, água e até algo para beliscar, como uma barra de chocolate ou uma barra de cereal, enquanto não chega o seu horário de pausa para comer.

Leia mais:

5 – Faça simulados

Os simulados são importantes oportunidades para conhecer as características de cada vestibular.

Ao realizar essas provas durante esse treinamento, o estudante consegue avaliar o seu tempo de resposta para cada questão e o quanto gastou de forma geral, consegue observar em quais conteúdos sente mais facilidade ou dificuldade, e avaliar diversas outras características que poderão ser importantes quando chegar a prova oficial.

Com os simulados, é possível corrigir erros de percurso e ir se preparando ao longo do ano.

6 – Fique de olho no que ocorre no país e no mundo

Todos os vestibulares costumam colocar algumas questões de Atualidades em suas provas. Portanto, ter atenção com o que está ocorrendo no próprio país e com o mundo é muito importante para adquirir bagagem no momento de realizar o teste oficial do vestibular.

Questões relacionadas à saúde pública, política, movimentos ambientais, oscilação dos mercados, etc, podem servir como inspiração para diversas questões, nas mais variadas disciplinas.

Além disso, fique sempre atento ao que o professor orienta sobre determinados assuntos.

Não é segredo para ninguém que os vestibulares mais concorridos são os das universidades públicas. Por isso, é fundamental saber se preparar para eles. Nesse texto, saiba quais são os processos seletivos mais disputados e quais são as dicas para ficar afiado para as provas. Quais são as universidades públicas mais disputadas no vestibular? Além do ENEM, que é o maior processo seletivo do país, envolvendo diversas universidades públicas, especialmente as federais, entre os principais e maiores vestibulares estão: Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), que seleciona candidatos para a USP; Unicamp; Unesp; UERJ; ITA; IME. Nesses processos seletivos, estão as provas das universidades públicas que são consideradas as melhores do país. Só para se ter ideia da concorrência nessas universidades, apenas para o vestibular da Fuvest, que é destinado ao preenchimento das vagas da USP, 110 mil candidatos se inscreveram para 8.211 vagas no processo seletivo de 2022. Já para o ENEM, no total, foram 3.396.632 inscritos. Nota de corte A nota de corte é a pontuação mínima exigida para que os candidatos fiquem entre os selecionados para um determinado curso. A quantidade de candidatos inscritos também eleva muito a nota de corte dos cursos. As maiores notas de corte de acordo com o Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para as universidades públicas no ENEM em 2022 são para os cursos: Medicina; Biomedicina; Odontologia; Direito; Psicologia; Engenharia Química; Fisioterapia; Engenharia Civil; Ciências do Estado. De acordo com o Jornal da USP, para a Fuvest 2022, na categoria ampla concorrência, as maiores notas de corte, em universidades variadas, ficaram com os cursos: Medicina (São Paulo); Engenharia Aeronáutica (São Carlos); Psicologia (São Paulo); Relações Internacionais; Ciências Biomédicas; Curso Superior do Audiovisual; Engenharia (Escola Politécnica); Arquitetura (São Paulo); Design (São Paulo). Dicas para se preparar para os vestibulares das universidades públicas Com a concorrência acirrada e as notas de corte nas alturas, não há outro meio de passar no vestibular de uma universidade pública sem estudar muito, mas estudar com orientação e planejamento. Além da dedicação, existem outras importantes estratégias para deixar os candidatos preparados para ingressar em um desses cursos. Conheça algumas dicas: 1 - Conheça o vestibular que vai prestar Para ficar preparado para qualquer desafio, uma pessoa precisa conhecer em que território está pisando. Assim, é imprescindível conhecer as especificidades do vestibular que irá prestar. Por exemplo, quantas fases existem, quantas questões tem cada prova e como são divididas, se as questões são optativas ou dissertativas, qual o conteúdo cobrado, o que costuma ser exigido na redação, se há lista de obras literárias, qual é o tempo de prova, etc. Para ficar por dentro de tudo isso, uma ação importante é ler o edital/manual do vestibular, onde estão todas as informações necessárias. Além disso, observe edições anteriores das provas de cada vestibular, para ter um embasamento maior. 2 - Crie uma rotina de estudos Uma rotina de estudos para os vestibulares é um ponto muito importante para o planejamento do estudante que quer se preparar para os processos seletivos mais concorridos. Com um plano de estudos bem traçado, que pode ser elaborado com a ajuda da Orientação Educacional, os estudantes vão delimitar tempo para tudo, por exemplo, com um cronograma para estudos das disciplinas, mas também para os momentos de lazer e descanso. É importante que o estudante entenda que a qualidade de suas horas de estudo é mais importante do que a quantidade em si. Assim, o estudante não perde tempo e também não deixa de arejar a cabeça, que é um fator essencial nessa preparação, inclusive pelo aspecto emocional e psicológico. 3 - Utilize ferramentas de memorização de conteúdo Existem 3 tipos de aprendizado que envolvem as imagens, sons e tato. Cada pessoa é propensa a aprender melhor de uma determinada forma. Então, é importante buscar variações na forma de estudar para entender qual é a sua. Depois da leitura de um conteúdo, fazer resumos pode ser uma ótima iniciativa para memorização da matéria. Outras pessoas podem fazer resumos e lê-los em voz alta para si mesmo, outras lêem o conteúdo, gravam e ouvem a gravação. Importante é investir em técnicas de memorização que estimulem o sentido que mais ajuda no seu aprendizado. 4 - Tenha um espaço próprio para estudar Quando o estudante está se preparando para o vestibular, irá necessitar de muito foco e concentração. Então, essa dica se refere a ter um espaço próprio para o estudo. O ambiente precisa ser silencioso e não disputar espaço com outras atividades que possam levar à distração, portanto, não estude próximo à TV ligada, redes sociais enviando notificações ou onde as pessoas fiquem falando muito. Neste local, tenha todo o material didático necessário, água e até algo para beliscar, como uma barra de chocolate ou uma barra de cereal, enquanto não chega o seu horário de pausa para comer. 5 - Faça simulados Os simulados são importantes oportunidades para conhecer as características de cada vestibular. Ao realizar essas provas durante esse treinamento, o estudante consegue avaliar o seu tempo de resposta para cada questão e o quanto gastou de forma geral, consegue observar em quais conteúdos sente mais facilidade ou dificuldade, e avaliar diversas outras características que poderão ser importantes quando chegar a prova oficial. Com os simulados, é possível corrigir erros de percurso e ir se preparando ao longo do ano. 6 - Fique de olho no que ocorre no país e no mundo Todos os vestibulares costumam colocar algumas questões de Atualidades em suas provas. Portanto, ter atenção com o que está ocorrendo no próprio país e com o mundo é muito importante para adquirir bagagem no momento de realizar o teste oficial do vestibular. Questões relacionadas à saúde pública, política, movimentos ambientais, oscilação dos mercados, etc, podem servir como inspiração para diversas questões, nas mais variadas disciplinas. Além disso, fique sempre atento ao que o professor orienta sobre determinados assuntos. 7 - Utilize todas as ferramentas disponibilizadas pelo Colégio O Colégio Planck coloca diversas ferramentas pedagógicas à disposição dos estudantes para sanar suas dúvidas. Portanto, não deixe de usá-las: Aulas com professores altamente qualificados em suas disciplinas; Plantões de dúvidas semanais; Aulas de aprofundamento no contraturno; Programa de correção de redação; Livre acesso à Orientação Educacional, para análises de rendimento e elaboração de rotina de estudos individualizada; Simulados; Atividades extracurriculares para desenvolvimento de novas habilidades, etc. Todos os espaços do Colégio Planck são dedicados à aprendizagem e as portas estão sempre abertas para quaisquer esclarecimentos. Conclusão O Colégio Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, oferece recursos que estimulem o aprendizado dos seus estudantes. Dessa forma, coloca à disposição também a expertise de seu time para que os estudantes estejam muito bem preparados para os vestibulares das universidades públicas. Nossa meta é transformar cada estudante na melhor versão de si mesmo, incentivando-o sempre para que seja protagonista dos seus processos de aprendizagem e preparando-o para atingir o sucesso em sua jornada acadêmica e na vida, com muito propósito e autoconfiança.

7 – Utilize todas as ferramentas disponibilizadas pelo Colégio

O Colégio Planck coloca diversas ferramentas pedagógicas à disposição dos estudantes para sanar suas dúvidas. Portanto, não deixe de usá-las:

  • Aulas com professores altamente qualificados em suas disciplinas;
  • Plantões de dúvidas semanais;
  • Aulas de aprofundamento no contraturno;
  • Programa de correção de redação;
  • Livre acesso à Orientação Educacional, para análises de rendimento e elaboração de rotina de estudos individualizada;
  • Simulados;
  • Atividades extracurriculares para desenvolvimento de novas habilidades, etc.

Todos os espaços do Colégio Planck são dedicados à aprendizagem e as portas estão sempre abertas para quaisquer esclarecimentos.

Conclusão

O Colégio Planck tem entre os seus pilares o alto desempenho. Portanto, oferece recursos que estimulem o aprendizado dos seus estudantes.

Dessa forma, coloca à disposição também a expertise de seu time para que os estudantes estejam muito bem preparados para os vestibulares das universidades públicas.

Nossa meta é transformar cada estudante na melhor versão de si mesmo, incentivando-o sempre para que seja protagonista dos seus processos de aprendizagem e preparando-o para atingir o sucesso em sua jornada acadêmica e na vida, com muito propósito e autoconfiança.

campanha de matrículas 2023

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »