Habilidades socioemocionais no ensino fundamental

Conteúdo

Desenvolver as habilidades socioemocionais dos estudantes, sobretudo no ensino fundamental, é de suma importância para formar pessoas capazes de identificar e lidar com suas próprias emoções de forma construtiva. A inteligência emocional é uma habilidade requerida em vários âmbitos da vida, inclusive pelo mercado de trabalho, e que ajuda a construir uma jornada mais saudável e leve e um futuro promissor. Acompanhe este conteúdo e saiba o que é habilidade socioemocional, por que é importante na educação das crianças e como ela pode influenciar positivamente a vida dos estudantes. O que são habilidades socioemocionais? As habilidades socioemocionais se referem à capacidade de uma criança ou adolescente em identificar e lidar com suas emoções e de conviver positivamente em grupo, proporcionando a elas inteligência emocional para solucionarem conflitos de maneira perspicaz. Mediante um mundo digital repleto de distrações, crianças e jovens estão cada vez mais conectados, em decorrência disso percebe-se que as conexões presenciais e as relações ficaram mais frágeis e menos valorizadas. Dessa forma, estudantes se expõem menos a sentimentos, como alegria, tristeza e frustrações, e podem se blindar de viver coisas e determinadas emoções que são importantes para fortalecer o socioemocional.

Desenvolver as habilidades socioemocionais dos estudantes, sobretudo no ensino fundamental, é de suma importância para formar pessoas capazes de identificar e lidar com suas próprias emoções de forma construtiva.

A inteligência emocional é uma habilidade requerida em vários âmbitos da vida, inclusive pelo mercado de trabalho, e que ajuda a construir uma jornada mais saudável e leve e um futuro promissor.

Acompanhe este conteúdo e saiba o que é habilidade socioemocional, por que é importante na educação das crianças e como ela pode influenciar positivamente a vida dos estudantes.

O que são habilidades socioemocionais?

As habilidades socioemocionais se referem à capacidade de uma criança ou adolescente em identificar e lidar com suas emoções e de conviver positivamente em grupo, proporcionando a elas inteligência emocional para solucionarem conflitos de maneira perspicaz.

Mediante um mundo digital repleto de distrações, crianças e jovens estão cada vez mais conectados, em decorrência disso percebe-se que as conexões presenciais e as relações ficaram mais frágeis e menos valorizadas.

Dessa forma, estudantes se expõem menos a sentimentos, como alegria, tristeza e frustrações, e podem se blindar de viver coisas e determinadas emoções que são importantes para fortalecer o socioemocional.

As relações humanas, pessoais e as interações sociais são de extrema relevância para formar pessoas mais éticas, que praticam o respeito, o diálogo e priorizam resolver os problemas por meio de atitudes e ferramentas inteligentes e pacíficas.

Mas é importante enfatizar que a tecnologia não é inimiga da educação, pelo contrário, ela é aliada no que diz respeito ao preparo de estudantes de alto desempenho.

Contudo, é extremamente pertinente equilibrar tecnologia com práticas pedagógicas, atividades, projetos e ações no ambiente escolar, que proporcionem à criança a oportunidade de dialogar, trocar conhecimentos, brincar e ter contato com o mundo real. 

Portanto, a habilidade socioemocional possibilita, além de seres humanos mais preparados para a vida e para o mercado de trabalho, a disciplina e o amor pelo conhecimento.

Como desenvolver habilidades socioemocionais?

As habilidades socioemocionais são desenvolvidas no dia a dia das crianças, por meio de aulas e atividades que colocam os estudantes em situações que os fazem estimular o pensamento crítico, a autorreflexão e autoanálise, a imaginação, criatividade e o espírito coletivo, que essas competências nascem e são afloradas ao longo da trajetória da criança.

Diante disso, é possível citar algumas atividades que são importantes para o fortalecimento do socioemocional.

Esporte

O esporte é uma das atividades que favorece as habilidades socioemocionais, porque propicia o desenvolvimento de competências, como respeitar o limite do outro e a compreensão da importância do coletivo.

Em um jogo de basquete, por exemplo, a jogada só acontece quando a equipe toda está preparada para jogar, o desempenho de um, compromete o resultado dos demais. Dessa maneira, é importante trabalhar em grupo.

Em vista disso, é possível perceber que o esporte coloca em jogo questões que também estão relacionadas a situações cotidianas.

Arte & Cultura

O contato com as manifestações artísticas, por meio de aulas, atividades, eventos e passeios, proporciona o conhecimento de culturas locais, regionais e mundiais, o desenvolvimento de habilidades e coloca o estudante em contato com outras realidades.

Além de ser essencial para adquirir repertório cultural, estimula a empatia e o respeito ao que é diferente.

Diálogo & Comunicação

Realizar atividades que incluem linguagens variadas, como linguagem verbal, (oral, escrita ou visual-motora, como Libras), corporal e visual, para expressar e compartilhar ideias, informações, sentimentos e experiências, incentiva a construção de diálogos, a comunicação eficiente e não violenta.

Trabalhos que envolvem a comunicação, ajudam o estudante a manifestar suas visões, sem desrespeitar as dos colegas.

Ciência

A abordagem científica estimula a reflexão, análise crítica, imaginação, criatividade e promove debates ricos, bem como a elaboração de hipóteses e solução de problemas, contribuindo para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais.

Você também vai gostar de ler:

Estilos de aprendizagem

Habilidades socioemocionais BNCC

Em 2013, o Conselho Nacional da Educação encomendou à Unesco um estudo sobre a importância de práticas pedagógicas que desenvolvam as habilidades socioemocionais dos estudantes, desde então essas competências passaram a ser obrigatórias na Base Nacional Comum Curricular.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), essas habilidades são extremamente pertinentes para proteger a saúde mental das crianças e prevenir o bullying no ambiente escolar.

Além disso, educadores e especialistas defendem que essas competências contribuem significativamente não apenas no desenvolvimento do socioemocional, mas também no desempenho escolar de modo geral e na manutenção de uma sociedade pró-social.

Quais são as habilidades socioemocionais?

O Ministério da Educação (MEC) acredita que é importante desenvolver, desde o ensino fundamental, 5 competências socioemocionais. Deste modo, faz parte da Base Nacional Comum Curricular as seguintes habilidades:

  • Autoconsciência: refere-se ao autoconhecimento, a capacidade do estudante de compreender e lidar positivamente com suas próprias emoções, bem como de identificar seus pontos fortes e suas limitações;
  • Autogestão: habilidade de controlar o estresse, ansiedade e de se automotivar;
  • Consciência social: está relacionada à capacidade do estudante em ter empatia, respeitar o próximo, a diversidade e o coletivo;
  • Habilidades de relacionamento: o intuito do desenvolvimento dessa habilidade é proporcionar ao estudante maior capacidade em ouvir com atenção, se comunicar de forma eficiente e resolver conflitos de maneira inteligente e pacífica;
  • Tomada de decisão responsável: capacidade em fazer escolhas inteligentes e éticas.

Leia também:

Desenvolvimento cognitivo na adolescência

Como os pais podem ajudar?

As habilidades socioemocionais são construídas dentro e fora do ambiente escolar. Dessa forma, estimular o diálogo profundo e interessado com os filhos é muito importante.

Além disso, é preciso entender que crianças e adolescentes estão em processo de formação e, por isso, têm mais dificuldade em identificar e elaborar o que estão sentindo. Dessa maneira, a ajuda dos pais e do colégio é muito  importante para que as emoções não fiquem reprimidas.

A participação ativa dos pais é de extrema importância porque o estudante passa a se sentir único e privilegiado ao tê-los presentes em sua vida escolar.

As habilidades socioemocionais é um dos pilares do Colégio Planck

O Colégio Planck entende a importância das habilidades socioemocionais para desenvolver estudantes mais conscientes, capazes de fazerem escolhas inteligentes e, assim, obterem sucesso em suas vidas pessoais e contribuírem com a sociedade. Além disso, essas competências são pertinentes para formar pessoas e cidadãos diferenciados, únicos, éticos e preparados para o mundo.

Os educadores desempenham um papel crucial ao criar atividades e projetos que estimulem os estudantes a exercitar suas habilidades socioemocionais, cognitivas e comportamentais.

É por meio de atividades práticas, discussões em grupo e resolução de problemas que os estudantes Planck têm a oportunidade de desenvolver essas habilidades e aplicá-las em diferentes contextos não só no Colégio, mas fora dele.

Essas habilidades estão inseridas nas mais diversas atividades do Colégio e acontecem dentro das disciplinas curriculares, das eletivas e em diversos eventos e iniciativas que acontecem no Planck.

Clique e agende uma visita. Matrículas Planck 2024.

Compartilhe:

Compartilhe:

Leia também:

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades e deveres, que caminha junto a mudanças físicas e neurológicas. No ambiente escolar, os estudantes deparam-se com novos desafios, mas também com novas oportunidades e paixões. É neste momento que suas vozes despertam e começam a descobrir-se como pessoas.

Ensino fundamental 2: o que esperar?

O Ensino Fundamental 2 é um período de aprendizagem importante para as crianças e pré-adolescentes, pois marca sua passagem para um mundo com mais responsabilidades

Translate »