Metodologias de ensino: qual é a escolhida pelo Planck?

Conteúdo

Aprendizagem colaborativa e baseada em projetos, sala de aula invertida, tradicional, etc, são diversas as metodologias de ensino vigentes na Educação e cada uma tem suas características próprias. Antes de matricular os filhos em uma escola, muitos pais buscam saber qual é a que mais se adequa às suas realidades e expectativas. Conheça neste texto o que são metodologias de ensino, quais as principais e qual é utilizada pelo Colégio Planck. O que é metodologia de ensino? O termo metodologia de ensino se refere aos princípios gerais, ferramentas pedagógicas e estratégias que serão utilizadas para transmissão do conhecimento na sala de aula. Cada uma delas têm as suas especificidades, mas a escolha da instituição escolar pela adesão a uma delas tem a ver com a filosofia, missão, visão e valores que estão descritos no DNA escolar. Com a orientação da gestão, as metodologias vão estimular os professores a utilizar formas e até recursos diferenciados para promover o desenvolvimento cognitivo e pessoal dos estudantes. Conhecer a metodologia utilizada por uma instituição, é uma forma que os pais têm para entender como os filhos irão receber os conteúdos e serão preparados academicamente para os novos desafios da vida. A principal metodologia de ensino adotada no Brasil ainda é a tradicional, que nasceu na Europa no século 18. A forma de transmissão é hierárquica, ou seja, do professor para o estudante, que tem o seu progresso de aprendizagem medido por meio de avaliações e trabalhos periódicos. Porém, com o tempo, muitas novas metodologias de ensino foram sendo oferecidas nas escolas do país, como as Metodologias Ativas, métodos Construtivista, Waldorf e Freiriano, entre tantas outras. Existem inúmeros exemplos, conheça mais informações sobre a metodologia ativa de ensino e suas características: Metodologia ativa de ensino Ao contrário do que ocorre com a metodologia tradicional, nas metodologias ativas de ensino, o estudante é o protagonista e contribui ativamente para a construção do seu próprio aprendizado. Neste método, o principal objetivo é tornar o estudante engajado, motivado e interessado no próprio conhecimento. Dentro dessa metodologia, utiliza-se a aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, que propõem que os estudantes sejam desafiados a buscar a resolução de problemas em equipe. Assim, eles ouvem novas opiniões, propõem soluções e aprendem uns com os outros. De acordo com a teoria proposta pelo psiquiatra americano William Glasser, esse tipo de metodologia pode contribuir muito com o grau de aprendizagem. Ele deu a essa teoria o nome de “Pirâmide ou Cone de Aprendizagem”. Segundo o psiquiatra, a absorção do conhecimento varia de acordo com a forma que um conteúdo chega aos nossos cérebros. Para Glasser, aprendemos muito mais quando fazemos do que quando apenas lemos ou ouvimos. Pela teoria de Glasser aprendemos 80% quando fazemos e 95% quando ensinamos. Já quando lemos aprendemos 10%, quando ouvimos 20%, quando observamos 30%, quando vemos e ouvimos 50% e quando debatemos com os outros o aprendizado sobe para 70%. Sala de aula invertida Essa também é uma metodologia ativa de ensino, de acordo com uma orientação do professor, os estudantes começam o aprendizado de uma determinada disciplina com pesquisas em casa e depois levam para a sala de aula para complementar essa absorção. Essa metodologia é bastante favorecida pelo ensino híbrido, nestes tempos de intensa conectividade, na qual as ferramentas tecnológicas são muito utilizadas, como os recursos multimídia disponíveis em agendas ou aplicativos digitais. Conclusão O Colégio Planck adota as metodologias ativas da aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, no qual o estudante é protagonista, contribui na construção do próprio conhecimento, e é estimulado à resolução de problemas e trabalho em equipe. A metodologia de resolução de problemas no ensino da matemática, linguística, ciências, geografia, história, etc, coloca os estudantes para serem totalmente ativos na construção do próprio conhecimento com o olhar individualizado do professor de cada disciplina. Dentro dessa metodologia ativa, os estilos de aprendizagem (oral, visual, auditiva, cinestésica, etc) são contempladas e muitas práticas pedagógicas e projetos especiais são colocados à disposição dos estudantes, como: Academia Sherlock, Clube de Debates, Laboratório de Soluções, Planck ONU, etc. Além do pilar do alto desempenho, o Planck tem outro pilar igualmente importante que é o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, que vão prepará-los para os desafios da vida. Atualmente, essas competências estão entre os principais requisitos solicitados pelo mercado de trabalho.

Aprendizagem colaborativa e baseada em projetos, sala de aula invertida, tradicional, etc, são diversas as metodologias de ensino vigentes na Educação e cada uma tem suas características próprias. Antes de matricular os filhos em uma escola, muitos pais buscam saber qual é a que mais se adequa às suas realidades e expectativas.

Conheça neste texto o que são metodologias de ensino, quais as principais e qual é utilizada pelo Colégio Planck.

O que é metodologia de ensino?

O termo metodologia de ensino se refere aos princípios gerais, ferramentas pedagógicas e estratégias que serão utilizadas para transmissão do conhecimento na sala de aula.

Cada uma delas têm as suas especificidades, mas a escolha da instituição escolar pela adesão a uma delas tem a ver com a filosofia, missão, visão e valores que estão descritos no DNA escolar.

Com a orientação da gestão, as metodologias vão estimular os professores a utilizar formas e até recursos diferenciados para promover o desenvolvimento cognitivo e pessoal dos estudantes.

Conhecer a metodologia utilizada por uma instituição, é uma forma que os pais têm para entender como os filhos irão receber os conteúdos e serão preparados academicamente para os novos desafios da vida.

A principal metodologia de ensino adotada no Brasil ainda é a tradicional, que nasceu na Europa no século 18. A forma de transmissão é hierárquica, ou seja, do professor para o estudante, que tem o seu progresso de aprendizagem medido por meio de avaliações e trabalhos periódicos.

Porém, com o tempo, muitas novas metodologias de ensino foram sendo oferecidas nas escolas do país, como as Metodologias Ativas, métodos Construtivista, Waldorf e Freiriano, entre tantas outras.

Existem inúmeros exemplos, conheça mais informações sobre a metodologia ativa de ensino e suas características:

infografico aprendizagem socioemocional

Metodologia ativa de ensino

Ao contrário do que ocorre com a metodologia tradicional, nas metodologias ativas de ensino, o estudante é o protagonista e contribui ativamente para a construção do seu próprio aprendizado.

Neste método, o principal objetivo é tornar o estudante engajado, motivado e interessado no próprio conhecimento. Dentro dessa metodologia, utiliza-se a aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, que propõem que os estudantes sejam desafiados a buscar a resolução de problemas em equipe. Assim, eles ouvem novas opiniões, propõem soluções e aprendem uns com os outros.

De acordo com a teoria proposta pelo psiquiatra americano William Glasser, esse tipo de metodologia pode contribuir muito com o grau de aprendizagem. Ele deu a essa teoria o nome de “Pirâmide ou Cone de Aprendizagem”.

Segundo o psiquiatra, a absorção do conhecimento varia de acordo com a forma que um conteúdo chega aos nossos cérebros. Para Glasser, aprendemos muito mais quando fazemos do que quando apenas lemos ou ouvimos.

Pela teoria de Glasser aprendemos 80% quando fazemos e 95% quando ensinamos. Já quando lemos aprendemos 10%, quando ouvimos 20%, quando observamos 30%, quando vemos e ouvimos 50% e quando debatemos com os outros o aprendizado sobe para 70%.

Aprendizagem colaborativa e baseada em projetos, sala de aula invertida, tradicional, etc, são diversas as metodologias de ensino vigentes na Educação e cada uma tem suas características próprias. Antes de matricular os filhos em uma escola, muitos pais buscam saber qual é a que mais se adequa às suas realidades e expectativas. Conheça neste texto o que são metodologias de ensino, quais as principais e qual é utilizada pelo Colégio Planck. O que é metodologia de ensino? O termo metodologia de ensino se refere aos princípios gerais, ferramentas pedagógicas e estratégias que serão utilizadas para transmissão do conhecimento na sala de aula. Cada uma delas têm as suas especificidades, mas a escolha da instituição escolar pela adesão a uma delas tem a ver com a filosofia, missão, visão e valores que estão descritos no DNA escolar. Com a orientação da gestão, as metodologias vão estimular os professores a utilizar formas e até recursos diferenciados para promover o desenvolvimento cognitivo e pessoal dos estudantes. Conhecer a metodologia utilizada por uma instituição, é uma forma que os pais têm para entender como os filhos irão receber os conteúdos e serão preparados academicamente para os novos desafios da vida. A principal metodologia de ensino adotada no Brasil ainda é a tradicional, que nasceu na Europa no século 18. A forma de transmissão é hierárquica, ou seja, do professor para o estudante, que tem o seu progresso de aprendizagem medido por meio de avaliações e trabalhos periódicos. Porém, com o tempo, muitas novas metodologias de ensino foram sendo oferecidas nas escolas do país, como as Metodologias Ativas, métodos Construtivista, Waldorf e Freiriano, entre tantas outras. Existem inúmeros exemplos, conheça mais informações sobre a metodologia ativa de ensino e suas características: Metodologia ativa de ensino Ao contrário do que ocorre com a metodologia tradicional, nas metodologias ativas de ensino, o estudante é o protagonista e contribui ativamente para a construção do seu próprio aprendizado. Neste método, o principal objetivo é tornar o estudante engajado, motivado e interessado no próprio conhecimento. Dentro dessa metodologia, utiliza-se a aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, que propõem que os estudantes sejam desafiados a buscar a resolução de problemas em equipe. Assim, eles ouvem novas opiniões, propõem soluções e aprendem uns com os outros. De acordo com a teoria proposta pelo psiquiatra americano William Glasser, esse tipo de metodologia pode contribuir muito com o grau de aprendizagem. Ele deu a essa teoria o nome de “Pirâmide ou Cone de Aprendizagem”. Segundo o psiquiatra, a absorção do conhecimento varia de acordo com a forma que um conteúdo chega aos nossos cérebros. Para Glasser, aprendemos muito mais quando fazemos do que quando apenas lemos ou ouvimos. Pela teoria de Glasser aprendemos 80% quando fazemos e 95% quando ensinamos. Já quando lemos aprendemos 10%, quando ouvimos 20%, quando observamos 30%, quando vemos e ouvimos 50% e quando debatemos com os outros o aprendizado sobe para 70%. Sala de aula invertida Essa também é uma metodologia ativa de ensino, de acordo com uma orientação do professor, os estudantes começam o aprendizado de uma determinada disciplina com pesquisas em casa e depois levam para a sala de aula para complementar essa absorção. Essa metodologia é bastante favorecida pelo ensino híbrido, nestes tempos de intensa conectividade, na qual as ferramentas tecnológicas são muito utilizadas, como os recursos multimídia disponíveis em agendas ou aplicativos digitais. Conclusão O Colégio Planck adota as metodologias ativas da aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, no qual o estudante é protagonista, contribui na construção do próprio conhecimento, e é estimulado à resolução de problemas e trabalho em equipe. A metodologia de resolução de problemas no ensino da matemática, linguística, ciências, geografia, história, etc, coloca os estudantes para serem totalmente ativos na construção do próprio conhecimento com o olhar individualizado do professor de cada disciplina. Dentro dessa metodologia ativa, os estilos de aprendizagem (oral, visual, auditiva, cinestésica, etc) são contempladas e muitas práticas pedagógicas e projetos especiais são colocados à disposição dos estudantes, como: Academia Sherlock, Clube de Debates, Laboratório de Soluções, Planck ONU, etc. Além do pilar do alto desempenho, o Planck tem outro pilar igualmente importante que é o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, que vão prepará-los para os desafios da vida. Atualmente, essas competências estão entre os principais requisitos solicitados pelo mercado de trabalho.

Sala de aula invertida

Essa também é uma metodologia ativa de ensino, de acordo com uma orientação do professor, os estudantes começam o aprendizado de uma determinada disciplina com pesquisas em casa e depois levam para a sala de aula para complementar essa absorção.

Essa metodologia é bastante favorecida pelo ensino híbrido, nestes tempos de intensa conectividade, na qual as ferramentas tecnológicas são muito utilizadas, como os recursos multimídia disponíveis em agendas ou aplicativos digitais.

Leia também:

Conclusão

O Colégio Planck adota as metodologias ativas da aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem colaborativa, no qual o estudante é protagonista, contribui na construção do próprio conhecimento, e é estimulado à resolução de problemas e trabalho em equipe.

A metodologia de resolução de problemas no ensino da matemática, linguística, ciências, geografia, história, etc, coloca os estudantes para serem totalmente ativos na construção do próprio conhecimento com o olhar individualizado do professor de cada disciplina.    

Dentro dessa metodologia ativa, os estilos de aprendizagem (oral, visual, auditiva, cinestésica, etc) são contempladas e muitas práticas pedagógicas e projetos especiais são colocados à disposição dos estudantes, como: Academia Sherlock, Clube de Debates, Laboratório de Soluções, Planck ONU, etc.

Além do pilar do alto desempenho, o Planck tem outro pilar igualmente importante que é o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, que vão prepará-los para os desafios da vida. Atualmente, essas competências estão entre os principais requisitos solicitados pelo mercado de trabalho.

Compartilhe:

Leia também:

Translate »